Perdida 9


Olá queridos,
Quem ai gosta de livros de chick-lit? E quem gosta ainda mais quando são nacionais?

Autor: Carina Rissi

Edição: 1

Editora: Baraúna

ISBN: 9788579233142

Ano: 2011

Páginas:  472

Contra – Capa: Sofia vive em uma metrópole, está habituada com a modernidade e as facilidades que isto lhe proporciona. Ela é independente e tem pavor a menção da palavra casamento. Os únicos romances em sua vida são os que os livros lhe proporcionam. Mas tudo isso muda depois que ela se vê em uma complicada condição. Após comprar um novo aparelho celular, algo misterioso acontece e Sofia descobre que está perdida no século XIX, sem ter ideia de como ou se voltará. Ela é acolhida pela família Clarke, enquanto tenta desesperadamente encontrar um meio de voltar para casa. Com a ajuda de prestativo Ian, Sofia embarca numa procura as cegas e acaba encontrando algumas pistas que talvez possam leva-la de volta para casa. O que ela não sabia era que seu coração tinha outros planos…

Resumo: Neste livro conhecemos a simpática e decidida Sofia. Nossa protagonista tem 24 aninhos e é mega independente, maníaca por tecnologia, não sai de casa sem seu celular, aliás, não vai a lugar nenhum sem ele, apesar de amar a tecnologia também não larga seus livros por nada. Sofia não é nada romântica, aliás, tem aversão ao amor, pensa que ele não existe e que casamento é um pecado capital.

”E não era? Viver em função de uma só pessoa, como se sua vida apenas tivesse sentido se ela estivesse por perto? Acordar e olhar para a mesma pessoa todo santo dia! Sexo com uma única pessoa pelo resto da vida! Ter que cuidar da casa, do marido, dos filhos, do cachorro, trabalhar… Não era um tipo de sentença de escravidão, pelo menos?”

Por seu jeito maluco de ser Sofia acaba encontrando um celular muito estranho por uma vendedora mais estranha ainda, o que Sofia não sabia é que seu celular iria leva-la para uma grande aventura no século 19.

”Você sempre foi muito cética, não é? Nunca acreditou em magia. Nem mesmo em conto de fadas ou Papai Noel. Sempre prática! Está na hora de começar a crer que existem mais coisas no universo além das que os seus olhos podem ver e finalmente começar a viver sua vida! ”

No século 19 Sofia encontra grandes aventuras, como por exemplo, como usar o banheiro que ainda é um buraco no chão, como viver sem um celular, como voltar para casa e para sua felicidade (que ela não enxerga no começo) se apaixona pelo lindo e mega fofo Ivan. Quem não se apaixonaria por ele?

” — Boa noite, senhoritas, — saudou Ian ao entrar na sala. Vestido com um casaco preto e calças cinza, camisa, colete, gravata, as mesmas botas que usou durante o dia e os cabelos negros ainda úmidos, ele parecia um daqueles príncipes de contos de fadas. Seria muito fácil para ele arrumar uma esposa, pensei. Lindo, bem humorado, atencioso, gentil, um sorriso de tirar o fôlego… Que garota não se interessaria? Quer dizer, que garota daquele século não se interessaria? Ele não fazia meu tipo.”

O livro me conquistou primeiramente por ser nacional, como vocês sabem eu amo incentivar os autores nacionais e divulgar eles para vocês, depois fiquei intrigada com a capa e depois que li a sinopse e peguei o livro não pude mais largar, ele é intenso, mágico e lindo. Sofia é engraçada, cómica e atrapalhada e Ian… Nem vou falar nada dele rsrs

Confesso que fiquei com inveja da autora, queria ter escrito esse livro rsrsrs Recomendo para todo mundo que gosta de chick lit.


sobre Vanessa Sueroz

Autora dos livros Confusões em Paris, Minha última chance, Odiado Admirador Secreto, Presente de Aniversário, Eu te amo mais e Três Botões.


Obrigada pela visita. Por favor, deixe um comentário com a sua opinião, isso é muto importante para nós.

9 thoughts on “Perdida