Os Adoráveis 11


Olá queridos,
Quem ai gosta de romances com personagens bem autênticos?

OS_ADORAVEISAutor: Sarra Manning

Editora: Novo Conceito

ISBN: 9788581631950

Ano: 2013

Páginas:  384

Tradutor: Ronaldo Luis da Silva

Contra – Capa: Jeane é blogueira. Seu blog, o Adorkable, é um blog de estilo de vida — na verdade, o estilo de vida dela — e já ganhou até prêmios na categoria “Melhor Blog sobre Estilo de Vida” pelo e Guardian e um Bloggie Award. Adora balas Haribo, moda (a que ela cria, comprando em brechós) e colorir (ou descolorir totalmente) os cabelos. Cheia de personalidade e meio volúvel, ainda assim Jeane é bacana — mesmo nos momentos em que se transforma numa insuportável. Mas, certamente, ela não olharia duas vezes para Michael. Porque Michael é o oposto de Jeane. Ele é o tipo de cara que namoraria a garota mais bonita da escola. E compra suas roupas na Hollister, na Jack Wills e na Abercrombie. Além disso, diferente de Jeane, que é autossuficiente, Michael é completamente dependente do pai, o Clínico Geral que condena açúcar, e ainda permite que sua mãe compre suas roupas! (Embora, para Jeane, o pior mesmo sobre Michael é que ele baixa música da internet e nunca paga por isso). Jeane e Michael têm pouco em comum, além de algumas aulas e uma maçante dupla de “ex” — Scarlett e Barney. Mas, apesar disso, eles não conseguem se desgrudar desde que ¬ ficaram pela primeira vez.

Resenha:

Neste livro conhecemos Jeane Smith o que eles chamam de a rainha dos dorks, uma blogueira, administradora do Adorkable. Ai você me pergunta o que são dorks? Dork é como se fosse uma pessoa que não se encaixa na nossa sociedade, que não se sente confortável com o mundo de hoje. A sociedade tem muitos deles e Jeane é a rainha, a mais popular a maluca entre todos.

“(…) As pessoas têm tanto medo de dizer a verdade porque a verdade é caótica e complicada, e, decididamente, nada legal, mas nada legal era o jeito que eu estava. Na verdade, eu estaria nada legal se usasse frases velhas e clichês, como “Esse é o meu jeito”, o que realmente não ia combinar.”

Logo no começo do livro – no prefácio – já começamos a rir das colocações de Jeane e começamos a conhece-la melhor. Jeane não tem família, ela se emancipou e tem sua irmã como tutora, mas para a sua felicidade sua irmã esta be longe, tão longe que esta em outro continente. Jeane não tem amigos na escola, mas é uma celebridade no mundo dos esquisitos, ou seja, Jeane – a rainha – é mais sozinha do que todo mundo pensa.

As coisas começam a dar um rumo diferente em sua vida quando por acaso do destino ela começa a se envolver com o último cara que ela pensou Michael Lee, um rapaz lindo – chines – e um popular que achava Jeane uma grande esquisita, isso pelo menos até começar a segui-la nas redes sociais.

Obviamente não podemos esperar mais do que muita confusão quando o mundo de Jeane se encontra com o mundo de Michael, mas vale lembrar que Michael tem namorada e Jeane namora Barney

“Jeane Smith era a única pessoa em nossa escola com quem eu nunca tinha falado. Sério. Odeio rótulos e panelinhas e toda aquela droga insossa do tipo “eles não ouvem a mesma música que você” ou “ele é um péssimo esportista”. Gosto de poder me relacionar com todos e sempre encontro um assunto em comum sobre o qual falar, mesmo se as pessoas não forem tão legais.”

O que achei bem legal no livro é que ele foge totalmente do esteriótipo que encontramos por ai, Michael não é loiro, alto e musculoso, é um chinês de olhinhos puxados e Jeane não é uma beldade é até um pouco gordinha e sempre esta com um cabelo diferente (com a cor diferente). O livro traz algumas cenas de sexo, mas nada demais.

Outro coisa que a autora apostou e esta sendo muito usado é a narrativa em primeira pessoa com os dois personagens. Ora temos Jeane ora temos Michael.

Livro mega recomendado para os jovens que curtem um romance bem divertido.


sobre Vanessa Sueroz

Autora dos livros Confusões em Paris, Minha última chance, Odiado Admirador Secreto, Presente de Aniversário, Eu te amo mais e Três Botões.


Obrigada pela visita. Por favor, deixe um comentário com a sua opinião, isso é muto importante para nós.

11 thoughts on “Os Adoráveis