O diário de uma agente 3 – Parte 11


Anteriormente:

– O que você quer dizer com isso? – perguntou ele com uma voz estranha.

– Esse é um passo usado somente para solos, e muito arriscado, mas estou vendo que fizemos com extrema perfeição. – respondi.

– Como um grande professor como o senhor não conhece? – perguntou Fábio.

– Conheço, eu só estava testando as crianças. – respondeu ele.

Parte 11

– Realmente é uma boa idéia testar as crianças. Elas têm que conhecer todos os passos e achar os erros nos outros participantes. – respondi.

– Então podemos ensaiar agora? – perguntou Guilherme.

– Podemos. Só mais uma coisa: faltou expressão facial dos casais. Cadê a paixão de vocês?

– Ficou no meio da música. – respondeu Yasmim para Lucas.

– Não fala isso linda. – respondeu Lucas um pouco deprimido.

– Vocês têm que sentir a música. – disse o figurinista.

Foi quando o celular da Yasmim tocou:

– Alô!

– Yasmim? Não sabia que você falava português. – disse a pessoa do outro lado da linha.

– Estou treinando. – respondeu ela em inglês. – Mas quem está falando?

– Sou eu o Richard.

– Richard! – disse ela espantada. – Nossa que surpresa.

– Fiquei com saudade e resolvi te ligar.

– Eu também estava com saudades. – mentiu Yasmim no telefone. Mas logo mudou o rumo da conversa ao ver a cara de Lucas. – Mas e como vão as coisas por aí?

– Meus pais mal falam comigo. Estão só pensando no tal plano para acabar com o concurso.

– O plano não era para ganhar o concurso? – perguntou ela desconfiada.

– Foi isso que eu disse. – respondeu ele.

– Então… Ligou por quê?

– Para perguntar se podemos sair na próxima vez que nos encontrarmos. Então o que me responde?

– Sair com você? – perguntou ela sem ter uma resposta.

– Isso mesmo. – respondeu Richard.

– Aceita. – dissemos todos exceto Lucas.

– Mas sair para onde? – começou Yasmim a enrolar.

– Não sei. Tomar um sorvete. Aquele seus amigos não vão estar na próxima apresentação, não é?

– Vão estar sim. – respondeu Yasmim.

– Não tem problema. Não sou ciumento. – brincou o menino.

– Mas o Lucas é. – respondeu Yasmim.

– Que Lucas? – perguntou Richard.

– O menino que deixou seu olho roxo.

– Aceita logo filha. Pode ser muito útil. – disse Fábio.

– Pai! – falou Yasmim.

– Ele está certo filha. É o seu trabalho. – respondi.

– Deixa ele para lá. Então vamos sair ou não? – respondeu Richard sem escutar meus pais.

– Claro. Quando nos vemos marcamos. Mas agora tenho que desligar.

Mais tarde quando chegamos em casa no salão:

– Não acredito que você aceitou sair com ele. – disse Lucas irritado.

– Eu não tive escolha. – respondeu Yasmim.

– Teve sim. Você poderia ter dito não.

– Guilherme me ajuda. – pediu Yasmim.

– Lucas, ela teve que aceitar. É parte do trabalho. – respondeu Guilherme.

– Você iria deixar a Kelly sair com outro? – perguntou Lucas.

– Isso não vem ao caso. – respondeu Guilherme.

– Está vendo só.  Você iria estar pior que eu. – respondeu Lucas.

– Lucas, eu não vou fazer nada. Só vou tomar um sorvete com ele e tentar descobrir algo sobre os pais dele. – respondeu Yasmim tentando acalmar o menino.

– Ele é homem. Tenho certeza que vai tentar alguma coisa. – respondeu Lucas.

– Você também é homem e nunca tentou nada. – respondeu Yasmim.

– Você tem certeza disso? – perguntou Lucas deixando Yasmim desconfiada. – Você é minha namorada, não vai sair com ninguém. Ele nem seu amigo é. – respondeu Lucas.

– E se fosse meu amigo? Faria diferença para você? – perguntou Yasmim.

– Faria. Você pode sair com amigos, mas não com meninos que querem beijar você. – respondeu Lucas.

– Mas eu não quero beijá-los. Quero beijar você. –respondeu Yasmim.

– É melhor agente ir pegar alguma coisa para comer. – disse Kelly se levantando para deixar Lucas e Yasmim a sós.

– Vamos ficar. Agora que a briga está legal você quer sair! – respondeu Guilherme.

– Guilherme! – disse Kelly.

Depois que Guilherme e Kelly saíram:

– Quantas vezes eu tenho que falar que gosto de você Lucas? Não vai acontecer nada. Eu não gosto do Richard.

– Eu sei Yasmim, mas tenta entender que é difícil para eu aceitar que você saia com ele. Se ponha no meu lugar. Não suportaria ver você com outro. – respondeu ele deprimido.

– Eu sei, mas confie em mim.  – pediu Yasmim.

– Não precisa pedir isso. Eu sempre confiei em você. – respondeu Lucas olhando dentro dos outros de Yasmim e beijando-a levemente nos lábios.

Mais tarde Lucas e Yasmim estavam na internet tentando achar alguma falha na segurança do concurso enquanto que Kelly e Guilherme estavam treinando.

– Demorou para você me beijar. – disse Yasmim timidamente.

– Seu irmão estava aqui. – respondeu Lucas.

– E o que tem haver? – perguntou Yasmim sem entender.

– Prometi não te agarrar na frente dele. – respondeu Lucas.

– Está com medo de brigar com ele? – perguntou Yasmim rindo.

– Estou com medo de perder você para ele. Ele é seu irmão. E meu amigo. Não posso tentar a sorte para saber de quem você gosta mais.  Quer ver a reação dele? – perguntou Lucas se aproximando para beijar Yasmim novamente.

– Dá para o casal trabalhar mais e paquerar menos? – perguntou Guilherme um pouco nervoso.

– Viu o que eu disse? – perguntou Lucas rindo para Yasmim.

– Vocês realmente combinaram isso? – perguntou Yasmim sem acreditar.

– Foi. Num posso tocar em você com seu irmão do lado. – respondeu Lucas rindo.

– Nossa! Isso é muito estranho. Mas mudando de assunto… Já acertou as coisas com a minha mãe? – perguntou Yasmim sem tirar os olhos do computador.

– Ainda não, mas logo resolvo. Não tive uma oportunidade ainda. – mentiu Lucas.

Foi quando eu entrei para falar com eles:

– Não vão jantar? – perguntei.

– Já vamos descer mãe. – respondeu Guilherme ajudando Kelly a se levantar.

– Tomem um banho antes. Daqui a pouco vou arrumar a mesa para o jantar. – respondi.

– Onde o senhor Fábio está senhora? – perguntou Lucas.

– Primeiro eu não sou velha para você me chamar de senhora, e o Fábio também não, e ele está no escritório. Você quer falar com ele?

– Queria. – respondeu Lucas.

– Pode ir lá. Ele não deve estar muito ocupado. – respondi fechando a porta.

– O que você quer com o meu pai? – perguntou Guilherme se aproximando.

– Só falar com ele. E sua mãe está certa. Vai tomar um banho! – brincou Lucas.

– Você também vai ter que tomar banho. – disse Guilherme abraçando o amigo. – Agora você também está todo suado e sujo.

– Guilherme! – disse Lucas. – Eu tinha acabado de tomar banho.

– Vai ter que tomar outro. – disse Kelly entre risos.

– Yasmim, você não vai me defender? – perguntou Lucas.

– Sem chance Lucas. É melhor você ir tomar um banho antes de falar com meu pai. – respondeu Yasmim rindo.

– Droga! – exclamou Lucas saindo do salão.

Um pouco mais tarde Lucas foi falar com Fábio:

– Posso entrar? – perguntou Lucas na porta.

– Claro Lucas. A Tati me falou que você estava querendo falar comigo.

– Eu queria pedir permissão para sair com a Yasmim. – disse Lucas um pouco tímido.

– Sair? Pensei que vocês saíam sem permissão.

– Quero ter um encontro com ela. Quero ir ao cinema ou jantar fora… Não sei direito, mas gostaria de sair com ela.

– Pode sair. Não precisava ter pedido desse jeito. Lembre-se que demos autorização para que namorassem. Só não entendo por que vocês ainda não estão namorando se era o que vocês mais queriam.

– Eu quero que seja especial para a Yasmim quando eu a pedir em namoro. Por isso quero sair com ela.

– Que romântico. Nossa você gosta mesmo dela. Homem geralmente não liga tanto para isso. – respondeu Fábio pensativo.

– Homens não ligam, mas as mulheres… Principalmente a Yasmim, ela gosta dessas coisas românticas. – respondeu Lucas sorridente.

– Sei como é. A Tati apesar de não gostar de nada disso de mulher, roupas, saltos, e tudo o resto, ela adora receber uma flor ou um elogio. – respondeu Fábio pensativo.

– Toda mulher gosta disso. – respondeu Lucas rindo.

Quando Lucas estava saindo do escritório eu estava entrando para falar com Fábio.

– Oi Fá. Já coloquei a mesa para o jantar. Vou chamar as crianças.

– Tudo bem princesa. Já estou descendo. – respondeu Fábio.

– O que o Lucas queria? – perguntei me sentando no seu colo.

– Só queria pedir permissão para sair com a Yasmim.

– Pedir permissão? Pensei que eles não precisassem disso.

– Eu também pensei, mas ele achou melhor falar comigo.

– Você nunca pediu permissão para sair comigo para a minha mãe. – respondi fingindo estar triste.

– Não que você saiba. Não pedi permissão para sua mãe, mas pedia para o seu irmão.

– Mas eu nem sabia que o Henrique era meu irmão. – respondi.

– Mas eu sabia. – respondeu Fábio me beijando.

Cerca de dez minutos depois fomos jantar.

– Quando é a próxima apresentação mãe? – perguntou Guilherme.

– Daqui quatro dias. – respondi pegando um pouco de suco.

– E vai ser onde? – perguntou Yasmim.

– Não sei. – respondi.

– Mais tarde ligo para o professor e vejo onde será a próxima apresentação. – respondeu Fábio.

– Yasmim não se esqueça que você vai ter que sair com aquele menino. – disse para ela.

– Eu sei mãe. – respondeu Yasmim deprimida.

– Porque lembrou disso agora? – perguntou Lucas.

– Por que precisamos saber mais sobre os pais dele. E quanto antes melhor.

– Ah, antes que eu esqueça. Lucas seu irmão ligou. – respondeu Fábio.

– Meu irmão? – perguntou ele assustado.

– Pediu para que você ligasse para ele. – respondeu Fábio pensativo.

Depois do jantar Lucas ligou para o irmão, e aproveitando que todos estávamos na sala, foi falar comigo e com Fábio:

– Preciso ir para Moscou. – disse o garoto.

– O que aconteceu? – perguntei.

– Minha mãe esta doente e meu irmão perdeu o emprego. – respondeu Lucas triste.

– Eles estão precisando de dinheiro? – perguntou Fábio. – Podemos enviar enquanto você não pode ir para lá.

– Obrigado Fábio, mas preciso ir ver minha mãe.

– Não se preocupe Lucas. Vamos dar um jeito. – respondeu Fábio.

Logo cedo no café da manhã Fábio chegou com notícias boas para uns e ruins para outros:

– Tenho boas notícias para você Lucas. A próxima etapa do concurso será em Moscou.

– E sua mãe vai estar lá? – perguntei.

– Vai. Ela já me ligou para perguntar quando ela poderia vir, mas quando eu disse que iríamos para lá em poucos dias ela resolveu ficar e nos esperar. – respondeu Fábio animado.

– Que ótimo. – respondi irritada.

– Que bom. Agora podemos ver a vovó e ajudar os pais do Lucas. – respondeu Yasmim animada.

– Não querida.  Você não vai poder ir com o Lucas na casa dos pais dele. Você tem um encontro. Provável que sua mãe vá com ele.

– Mas por que a mamãe? – perguntou Guilherme.

– Por que sua mãe não vai gostar de passar o dia com a sua vó. – respondeu Fábio.

– Mas e a investigação? – perguntou Kelly.

– Você e Guilherme iram ficar no hotel investigando. Yasmim vai se encontrar com Richard para descobrir algo eu e Lucas vamos falar com seus pais e Fábio vai manter a mãe afastada por um tempo para não atrapalhar. – respondi.

– Por que ela detesta tanto sua vó? – perguntou Lucas disfarçadamente para Yasmim.

– Você vai ver. – respondeu Yasmim rindo.

Dois dias depois quando chegamos ao hotel em Moscou já encontramos com Carla à espera de Fábio na portaria.

– Filho. Você demorou. Me fez esperar mais de duas horas. Aposto que foi essa mulher. – disse apontando para mim.

– Oi vovó. – disseram Guilherme e Yasmim abraçando a vó.

– Olá senhora Carla. – disseram Lucas e Kelly disseram um pouco empolgados.

– Oi Carla. – disse para a mãe do Fábio.

– Por que você não ficou no Brasil? Quem sabe assim meu filho encontrasse uma mulher digna dele assim como a Solange era. – disse Carla.

– Por que você não morreu ainda? Você daria um ótimo troféu para colocar no armário. – respondi.

– Troféu do que? De mãe mais dedicada? Só quero o Fábio longe de você. – respondeu ela.

– Troféu para me lembrar que todos os anos que tive que agüentar você valeram a pena.

– Me avise quando estiver morrendo para eu poder fingir estar triste e comprar um lindo vestido preto com a minha herança. Quem sabe assim eu possa tirar a mãe da minha nora do hospício. – respondeu Carla.

– De quem ela está falando? – perguntou Lucas para Yasmim.

– Da mãe da ex namorada do meu pai, uma tal de Sara Morais. – respondeu Yasmim.

– Já percebi por que sua mãe não gosta muito da sua vó. – respondeu Lucas.

– Cansei! Todos no quarto. E Fábio tira ela da minha frente. – disse autoritária.

– Como se atreve a falar assim com o meu filho? Se a Solange estivesse viva…

– Se a Solange estivesse viva eu iria deixá-la livre se ela matasse você ao invés de se matar. – respondi extremamente nervosa.

– Não vai me defender dessa louca que você chama que esposa? – perguntou Carla para Fábio.

– Você queria o que mãe? Olha o que você falou para ela. – respondeu Fábio. – Vem. Vamos passear assim você pode me contar todas as novidades.

Cinco minutos depois no quarto do hotel:

– Lucas depois do almoço vamos ver sua mãe. Viemos um pouco antes da apresentação para dar tempo de fazer tudo. A apresentação é depois das oito da noite. Yasmim você vai investigar e trate de ser gentil com o garoto. Guilherme e Kelly fiquem de olho em todos os suspeitos.

– Eu não vou ser gentil com aquele garoto. – respondeu Yasmim irritada.

– Quanto antes sair com ele melhor. – respondi.

E saí do quarto para tomar água com açúcar.

– Se precisar posso seguir você Yasmim. – disse Guilherme.

– Valeu Gui, mas tenho uma idéia bem melhor. – respondeu.

– O que você vai fazer? – perguntou Kelly.

– Depois te conto tenho que encontrar aquele bobo do Richard. – respondeu Yasmim se levantando e indo até a porta.

– Yasmim! – chamou Lucas. – Tem certeza que você vai ter que sair com ele? – perguntou Lucas enciumado.

– Infelizmente tenho. Mas não se preocupe não vou fazer nada. Não vou trair você. – respondeu.

– Trair você não vai mesmo. – respondeu Guilherme – Vocês não estão namorando ainda.

– Fica quieto Gui. – disse Kelly.

– Eles têm razão Yasmim. – disse Lucas deprimido.

– Confia em mim Lu, você vai poder me salvar se eu precisar. – disse ela rindo e saindo do quarto.

– O que ela quis dizer com isso? – perguntou Lucas quando Yasmim saiu.

Guilherme e Kelly não responderam.

Eu estava falando com Pablo quando Yasmim entrou no restaurante para falar com Richard:

– Você está linda. – disse Richard ao vê-la.

– Obrigada. – respondeu Yasmim gentilmente.

– Aqueles tontos dos seus amigos não vieram? – perguntou Richard.

– Estão no quarto.

– Então podemos conversar em paz.

– Podemos, mas não agora. Quem sabe depois do almoço?

– Quando você quiser meu docinho. – disse Richard galanteador.

– Ótimo. Vamos onde? – perguntou Yasmim.

– Eu estava pensando…

– Eu já sei onde podemos ir. – disse Yasmim interrompendo Richard. – Conheço um lugar perfeito.

– E onde fica? – perguntou Richard curioso.

– Não sei bem ao certo. Depois te mostro.

– Não sabia que você conhecia Moscou. – disse Richard pensativo.

– E eu não sabia que você adorava fazer tantas perguntas. – disse Yasmim tentando parecer gentil.

– Então você me procura para irmos? – perguntou Richard.

– Claro. – respondeu Yasmim.

– Está será a manhã mais longa de minha vida. Não vejo a hora de estar ao seu lado, e poder tocar seus lábios. – disse Richard pegando na mão de Yasmim.

Yasmim deu um sorriso falso, mas quando ia falar alguma coisa Kelly chegou.

– Temos ensaio. – disse ela.

– Tenho que ir. – disse Yasmim se levantando.

– Espere. Fique um pouco mais. – pediu Richard.

– Não posso. – disse Yasmim se virando para sair da companhia do rapaz.

– Não vai me dar nem ao menos um beijo de despedida? Vou ficar com muita saudade. Uma manhã inteira sem você é muito para o meu coração. – disse Richard puxando Yasmim para perto dele tentando beijá-la.

Nessa hora Guilherme e Lucas entraram no restaurante acompanhados de Gláucia.

– Preciso ir. – disse Yasmim se soltando de Richard.

Quando se encontraram com os meninos:

– Meninas essa é Gláucia, filha da coordenadora. – disse Guilherme tentando cortar a tensão.

– Você está ficando com o Richard? – perguntou Gláucia empolgada.

– Eu não. – disse Yasmim sem olhar para Lucas.

– Ele é uma gracinha e rico também. Se eu fosse você aproveitava que ele está afim de você. Ele é lindo.

– Aquilo é lindo? – perguntou Kelly rindo.

– Aposto que o Lucas e o Guilherme concordam que você deve namorar o Richard, afinal, você não tem namorado e ele gosta de você. Não é meninos?

– Concordo plenamente. – respondeu Guilherme.

– E você Lucas? – perguntou Gláucia. – Você não concorda?

– Yasmim arruma alguém melhor que ele. – respondeu Lucas tentando não parecer nervoso.

– Arruma onde? – perguntou Gláucia.

– Você gosta do Richard? – perguntou Kelly nada discreta.

Gláucia não respondeu.

Enquanto isso Pablo e eu conversávamos:

– Como acha que vai se sair na apresentação hoje? – perguntei.

– Muito bem. Ensaiamos muito.

– Clarice e Victorio também vieram?

– Claro que sim. Estão por aí. Acho que foram falar com uma tal de Fabiana. Você conhece? – perguntou Pablo.

– Conheço sim. – respondi rindo. – Ela deu em cima do meu marido.

– Eu sabia que ela não era flor que se cheire, mas Clarice quer se aproximar dela para descobrir os passos.

– Mas por que a Fabiana e não outra pessoa?

– Ora Rosana, Fabiana foi a segunda colocada ano passado. Tanto Clarice quanto eu odiamos ela.

– Mas pretendem fazer alguma coisa contra ela? – perguntei.

Menu
Parte Anterior
Próxima Parte


sobre Vanessa Sueroz

Autora dos livros Confusões em Paris, Minha última chance, Odiado Admirador Secreto, Presente de Aniversário, Eu te amo mais e Três Botões.

Obrigada pela visita. Por favor, deixe um comentário com a sua opinião, isso é muto importante para nós.