Igor Castro 9


Olá pessoas, hoje vou falar sobre um autor que esta lançando o livro ‘O diário Serial’ com a editora Dracaena. E para melhorar as coisas ainda tem entrevista, além obviamente do que já temos normalmente, como bibliografia e obras.

Ficha

Nome: Igor Castro

Data de Nascimento:  24/07/1984

Nacionalidade: Brasileiro

Ocupação: Engenheiro, Escritor

Gêneros literários: Thriller policial e suspense

Página Oficial:  www.facebook.com/ODiarioSerial

Bibliografia:  Igor Silva de Castro nasceu no Rio de Janeiro em 1984, e ainda muito jovem foi para o Sul com sua família. Formado em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal de Santa Catarina, tem o hobby de escrever desde criança. Mora atualmente na cidade paranaense de Ponta Grossa. Apaixonado por Florianópolis, sua residência por mais de 7 anos, baseia suas obras nesta cidade. Inspirado por Stephen King e Dan Brown, este é seu primeiro romance.  

Obras:

Entrevista:

Fale um pouco sobre você. Quem é Igor Castro?

Igor Castro é um carioca radicado no Sul do país, engenheiro formado e escritor por paixão. Um cara que dá muito valor às pequenas coisas da vida, como um abraço apertado, um beijo carinhoso ou um “Eu te amo” espontâneo.
Igor de onde surgiu a ideia do livro O Diário Serial?
Esta ideia é algo que tenho em minha mente há muito tempo. Falar sobre um serial killer em terras nacionais, ainda mais sob o ponto de vista dele, é algo que sempre me fascinou. Todavia, com a falta de tempo gerada por uma graduação em Engenharia, não tive a oportunidade de desenvolver a ideia até me formar.
Quanto tempo você demorou para ecsrever o livro e publica-lo?
Levei cerca de 6 meses para desenvolver e revisar toda a história, escrevendo por volta de 1 hora por dia no começo e terminando com aproximadamente 5 horas diárias mais para o fim do livro. Publicá-lo não foi tão difícil quanto eu esperava. Enviei meu original para a Editora Dracaena no começo do ano e recebi uma resposta positiva. E assim nasceu uma ótima parceria que eu espero que seja bastante frutífera e por muito tempo.
Quais as dificuldades que você enfrentou e esta enfrentando com a publicação do livro?
Encontrar uma editora disposta a apostar no projeto não foi o fator complicante. O mais difícil neste caso é conquistar o público, fazer seu nome. Os leitores têm suas preferências e fazer com que eles invistam seu dinheiro num autor ainda desconhecido é bastante complicado. Os leitores poderiam valorizar mais o produto nacional. Este é o nosso sonho.
Tem projetos para novos livros? Pode nos contar um pouco sobre ele?
Com certeza. Estou desenvolvendo uma nova história seguindo a linha de “O Diário Serial”, com a adição de elementos políticos e terrorismo. O pouco tempo livre está dificultando seu desdobramento, mas espero finalizá-la até o fim do ano. Além dela, tenho ideias maturando para pelo menos mais 2 livros.
Entre os personagens do seu livro, qual você se identifica mais? Porque?
Certamente o vilão. Não porque eu aprecie seus atos, mas porque considero os vilões personagens muito mais complexos e interessantes que os heróis, tanto que meu livro mostra ambas as perspectivas: dos heróis e do vilão. Portanto, na maioria das vezes, me identifico mais com eles.
Qual livro já publicado você leu e quis que você fosse o autor?
Uma obra que achei incrivelmente interessante foi “O Caso dos Dez Negrinhos”, da Agatha Christie. À medida que ia avançando na trama, pensava: “Nossa, por que eu não pensei nisso antes?”. Esta seria uma história que eu gostaria muito de ter escrito e, com todo respeito à Agatha, mudaria algumas pequenas coisas.
Qual seu livro e autor favorito?
Um livro que marcou positivamente minha vida foi “Anjos e Demônios”, de Dan Brown. Li este livro numa época que a leitura constante não era um hábito para mim. Lia apenas uns 2 livros por ano. Até que minha namorada na época e atual esposa me apresentou “uma leitura que combinasse mais comigo”. E com este livro, que devorei em pouquíssimo tempo, desenvolvi o saudável hábito de ler em média 15 livros por ano. Portanto, Dan Brown e também Stephen King estão entre meus autores favoritos.
O que você diria para os seus leitores e futuros leitores?
Simplesmente que leiam. Leiam muito! Desenvolvam este hábito. Uma boa leitura pode ser a cura para diversos males modernos. Um livro pode ser seu melhor amigo nos piores e melhores momentos.
Deixe um recadinho para todos do blog.
Gostaria de mandar um grande abraço a todos os leitores do blog e pedir para que leiam “O Diário Serial”. É uma história muito envolvente, com tons de mistério e muito sangue. Tenho certeza que irão apreciar.

sobre Vanessa Sueroz

Autora dos livros Confusões em Paris, Minha última chance, Odiado Admirador Secreto, Presente de Aniversário, Eu te amo mais e Três Botões.


Obrigada pela visita. Por favor, deixe um comentário com a sua opinião, isso é muto importante para nós.

9 thoughts on “Igor Castro