Eu, Robô 10


Olá queridos,

Quem gosta de histórias de Robôs? Quem já assistiu o filme Eu, Robô? Vamos conhecer o livro que inspirou o filme?

eu_roboAutor:  Issac Asimov

Editora: Aleph

ISBN: 9788576572008

Ano:2014

Páginas: 315

Tradutor: Aline Storto Pereira

Contra – Capa: Isaac Asimov vive circulando pelo espaço, achando histórias em estrelas e planetas distantes e nos visitando de vez em quando. O que poderia ser só uma licença poética para descrever seu ofício de autor de ficção científica é a mais pura verdade desde que um asteróide foi batizado com seu nome. Poucas honras poderiam ser maiores para um autor do gênero, e Asimov ainda tem outras: recebeu da Associação Americana de Escritores de Ficção Científica o título de Grande Mestre e escreveu quase 500 livros. Eu, robô é parte de uma das três grandes séries de Asimov ? Robôs, Fundação e Império. Retoma uma das personagens principais, a grande roboticista Susan Calvin, e a faz contar, em retrospecto, histórias que resumem a evolução da robótica. A narrativa engenhosa conduz o leitor com um didatismo disfarçado: levados pela imaginação e pelo humor de Asimov, nem nos damos conta da lição de história da robótica que acabamos aprendendo. Entre a babá da primeira história e a Máquina, com maiúscula, que controla toda a Terra, na última, há ainda espaço para robôs que enlouquecem, que fazem piadas, que lêem pensamentos e até robôs orgulhosos de serem mais espertos do que os seres humanos.. Eu robô também apresenta as três leis da robótica, outro alicerce da ficção científica. De acordo com elas, a primeira obrigação de um robô é proteger seres humanos, a segunda é obedecer às ordens de humanos e a terceira é se proteger. A aparente simplicidade esconde os numerosos conflitos que podem surgir, e servem de mote para mais de uma história. Eu robô foi adaptado para o cinema, e tem previsão de lançamento mundial em agosto.

Resenha:

Neste livro iremos encontrar vários contos em forma de entrevista, neste ponto ele lembra muito o ‘Entrevista com Vampiro’, só que não rs.

Vamos saber como os robôs surgiram e foram desenvolvidos e evoluídos, e como os especialistas lidaram com cada problema no meio do caminho.

“Houve um tempo em que o homem enfrentou o universo sozinho e sem amigos. Agora ele tem criaturas para ajuda-lo; criaturas mais fortes que ele próprio, mais fieis, mais uteis e totalmente devotadas a ele “

Vamos conhecer uma ciência fantástica e nova a robopsicologia, a análise dos pensamentos e ações dos robôs baseada nas leis da Robótica. Vamos conhecer sobre as descobertas de Dra. Susan Calvin, uma robôpsicóloga da U.S. Robts and Mechanical Men.

As históricas estão em ordem cronológicas começando com robôs mais simples e nos mostrando a evolução deles.

” – Não digo isso com desdém, mas olhem para vocês! A matéria de que são feitos é macia e flácida, sem resistência nem força, e depende de uma oxidação ineficiente de matéria orgânica para obter energia …como aquilo. – Ele apontou o dedo para o que restava do sanduíche de Donovan com ar de desaprovação.”

Cada história nos trás um enigma inteligente e divertido de como resolver a situação, e nós leitores podemos tentar adivinhar o que tem de errado com cada robô.

Para quem gosta de robôs, esta é uma leitura obrigatória.


sobre Vanessa Sueroz

Autora dos livros Confusões em Paris, Minha última chance, Odiado Admirador Secreto, Presente de Aniversário, Eu te amo mais e Três Botões.


Obrigada pela visita. Por favor, deixe um comentário com a sua opinião, isso é muto importante para nós.

10 thoughts on “Eu, Robô