Convergente 6


Olá queridos,
Quem está acompanhando a trilogia Divergente? Aqui no blog já tivemos resenha dos outros livros Divergente e Insurgente.

convergenteAutor: Veronica Roth

Editora: Rocco

ISBN: 9788579801860

Ano: 2014

Páginas: 526

Tradutor: Lucas Peterson

Contra – Capa: A sociedade baseada em facções, na qual Tris Prior acreditara um dia, desmoronou – destruída pela violência e por disputas de poder, marcada pela perda e pela traição. No poderoso desfecho da trilogia Divergente, de Veronica Roth, a jovem será posta diante de novos desafios e mais uma vez obrigada a fazer escolhas que exigem coragem, fidelidade, sacrifício e amor. 

Resenha:

Neste livro finalmente teremos o final da cidade de Chicago, onde Tris e Tobias lutam para descobrir as verdades. Neste livro iniciamos com Jeanine morta e Evelyn liderando os sem-facção ao comando oprimindo a todos os outros.

A informação que Jeanine não queria que todos soubessem, Tobias e Tris dão um jeito da cidade inteira ficar sabendo: a cidade e as pessoas são apenas experimentos científicos, existe um governo por trás disso que quer restaurar o caos, mas a cidade está caótica.

Tris e Tobias, fogem para a cidade para saber direito o que tem do outro lado da cerca, e por serem Divergentes são mais do que bem vindos por lá. Lá no aeroporto eles descobrem muita coisa e ainda mais e mais mentiras. Ao mesmo tempo surgem os Leais, uma resistência aos sem facção, ou seja, uma guerra está para estourar na cidade e o governo tem ideias bem distorcidas de como resolver o problema.

Conhecemos novos conceitos como GDs e GPs (Geneticamente Defeituosos e Geneticamente Puros), um título que classifica as pessoas do lado de fora do governo. Para piorar os GDs e GPs também estão enfrentando conflitos, ou seja, outra guerra.

O livro é incrivelmente interessante e trata muitos temas bacanas como preconceito e autopreservação, porém as vezes tive a impressão que as mentiras e descobertas não terminavam nunca. Mal tive tempo de me acostumar com alguma ideia logo surgia outra dizendo que a primeira era uma mentira.

O livro é eletrizante e muito dinâmico. As coisas simplesmente acontecem sem controle e você não quer fechar o livro por nada para saber qual a próxima ação dos nossos personagens.

Uma coisa que mudou e achei bacana foi o Tobias narrar algumas coisas, achei bem legal ter o ponto de vista dele no livro, mas confesso que achei bem estranho no começo. Os personagens secundários são quase jogados de lado neste livro, e isso me incomodou um pouco. Tudo acontece muito rápido. E definitivamente não gostei do final, era previsível e se você prestar atenção tudo desde a primeira página indica para ele, mas ainda assim não aceitei muito bem.

Gostei do livro, porém ele me decepcionou um pouco.


sobre Vanessa Sueroz

Autora dos livros Confusões em Paris, Minha última chance, Odiado Admirador Secreto, Presente de Aniversário, Eu te amo mais e Três Botões.


Obrigada pela visita. Por favor, deixe um comentário com a sua opinião, isso é muto importante para nós.

6 thoughts on “Convergente