Belleville 13


Olá queridos,
Quem gosta de amores impossíveis?

bellevilleAutor: Felipe Colbert

Editora: Novo Conceito

ISBN:  9788581634111

Ano: 2014

Páginas: 304

Contra – Capa:  Se pudesse, Lucius aterrissaria em 1964 para ajudar Anabelle a realizar o grande sonho do seu falecido pai! De quebra, ajudaria a moça a enfrentar alguns problemas muito difíceis, entre eles resistir à violência do seu tio Lino. Claro que conhecer de perto os lindos olhos verdes que ele viu no retrato não seria nenhum sacrifício… Sem conseguir explicar o que está acontecendo, Lucius inicia uma intensa troca de correspondência com a antiga moradora da casa para onde se mudou. Uma relação que começa com desconfiança, passa pelo carinho e evolui para uma irresistível paixão – e para um pedido de socorro…

Resenha:

Neste livro conheceremos Lucius, um jovem de 20 anos, nerd estudante de matemática e que adora desenhar projetos. Lucius costumava trocar cartas com sua mãe, mas sua mãe veio a falecer e ele nunca mais escreveu uma carta. Nos deparamos com Lucius quando ele chega em Campos do Jordão para começar sua faculdade, que seu pai está batalhando para pagar, incluindo casa que irá ficar enquanto isso.

Em um dos dias conhecendo o lugar e explorando a nova casa ele encontra algo bem diferente, vários pilares de madeira arrumados de forma estranha no quintal, projetos e projetos de um lugar chamado Belleville, e para completar o mistério ele encontra uma caixa de madeira com um pedido de ajuda de uma moça que viveu há 50 anos, e nela também contém instruções para que Belleville fosse construída, uma montanha russa inspirada na primeira montanha russa que usava carros que nasceu na França.

Intrigado com a montanha russa ele escreve uma carta para o próximo morador explicando tudo, mas a coisa começa a sair do controle quando alguém responde a sua carta. Quem invadiu sua casa para responder a carta? Como saibam que ele havia escrito?

” […] A não ser que eu passasse a acreditar em milagres alguém estava pregando uma peça em mim.[…] O autor da brincadeira tinha boa disposição e muito tempo de sobra, inclusive para copiar a letra da primeira carta. E eu não compreendia porque havia sido escolhido como alvo.”

A partir daí é que a coisa começa a fugir do controle. Cartas e mais cartas começam a ser trocadas e pode parecer loucura, mas tudo indica que a pessoa que está se correspondendo com Lucios é a mesma moça que viveu há 50 anos. Como é possível? E como seguir o sonho da moça e construir a montanha russa?

O livro é narrado nos dois tempos, era mostrando a vida de Lucius era a moça misteriosa da carta e seu sonho. A leitura é bem rápida. Tudo gira em torno de um mistério, o romance existe, mas é bem leve e despretensioso.

O que não gostei no livro é que a todo momento ele me lembrava o filme ‘A casa do lago’ que adoro por sinal, mas tive a impressão que o autor se inspirou claramente no filme, tive até que rever o filme assim que terminei a leitura.

Leitura recomenda para quem gosta de livros diferentes.


sobre Vanessa Sueroz

Autora dos livros Confusões em Paris, Minha última chance, Odiado Admirador Secreto, Presente de Aniversário, Eu te amo mais e Três Botões.


Obrigada pela visita. Por favor, deixe um comentário com a sua opinião, isso é muto importante para nós.

13 thoughts on “Belleville