Até que enfim você é minha – Cap 39


Anteriormente:

– O que faz aqui meu lírio? – perguntou Tiago ainda abraçar a noiva.
– Vamos dizer que um amigo meu se esqueceu de me avisar que viria para cá antes do dia previsto! – disse Lílian sorrindo.
– Não deu tempo Lily. – disse Remo envergonhado.
– Mas agora temos tempo… Quero saber de tudo…
– E lá vem ela perguntando os detalhes…
– Que culpa eu tenho se meu amigo é um lobinho selvagem? – perguntou ela rindo e fazendo o noivo rir também, deixando Remo ainda mais envergonhado.

Cap 39 – Três anos e mais surpresas

Aquela última semana antes do natal foi muito corrida para todos, exceto a ruiva que não sabia exatamente que estava acontecendo.

A semana passou num piscar de olhos, e logo já estavam no dia 23 de dezembro.

Lílian estava em casa lendo um livro quando Kely chegou com Alice, ambas eufóricas:

– Meu Merlin! Até que enfim! – disse Kely abrindo a porta.
– O que houve? – perguntou Lílian assustada.
– Trouxemos algumas coisas para você. – disse Kely empolgada.
– Acho que o presente é mais para o Tiago do que para ela. – brincou Alice.
– Certo… Respirem… Agora falem… Não entendi nada! – disse a ruiva confusa vendo as amigas se sentarem no sofá.
– Trouxemos lingerie pra você! – disse Kely pulando de excitação.
– Lingerie? Mas… – começou Lílian.
– Mas nada. Já passou da hora de você ter uma para caso role alguma coisa… – disse Alice igualmente empolgada.
– Certo… Cadê a câmera? – perguntou Lílian confusa.
– Que câmera? – perguntou Kely confusa.
– Isso não é nenhuma pegadinha? – perguntou Lílian sem acreditar se levantando do sofá.
– Claro que não! – disse Kely indignada.
– Acorda Lily! Amanhã vocês vão fazer três anos de namoro!
– E o que tem? – perguntou Lílian.
– Que já passou da hora de aprofundar o relacionamento de vocês! – disse Kely incentivando.
– Estamos noivos. Ele espera até o casamento. Só faltam 4 meses… – disse Lílian voltando a deitar no sofá.
– Então compre agora e guarde para daqui quatro meses. Eu vou ajudar a escolher! – disse Alice fazendo a menina sentar.
– Tenho outra opção? – perguntou Lílian olhando os lingeries jogados no chão da sala.
– Não! – disseram as outras duas empolgadas.
– Então vamos escolher não é… – disse a ruiva desanimada.
– Escolher o que? Minha nossa! Amei essa preta.. – disse uma cabeça flutuante na lareira.
– Olá Sirius! – disseram as meninas.
– Quem vai usar essas “roupas”? – perguntou Sirius maliciosamente.
– Lily. Mas não conta para o Tiago, estamos tentando fazer a cabeça dura da Lily comprar uma para caso precise… – respondeu Alice empolgada disfarçando para que Lílian não percebesse a aproximação do casamento.
– Então cortamos o assunto. Ele esta aqui do lado. – respondeu Sirius.
– Você não veio aqui só para saber o que estávamos fazendo… – comentou Kely como se não quisesse nada.
– Vim te chamar. Estou precisando de ajuda aqui! – disse Sirius.
– Vêm logo Almofadinhas. Isso esta me apertando! – gritou a voz da Tiago.
– Ele esta bem? – perguntou Lílian preocupada.
– Esta ótimo ruiva. – respondeu rapidamente Sirius.
– Já volto meninas. Vão vendo aí. Eu não demoro! – disse Kely se colocando de pé.
– Eu vou junto. Tiago esta precisando de ajuda… – começou Lílian.
– Não vê que o Sirius esta inventando desculpa para ficar com a Kely? – perguntou Alice tentando encobrir à amiga.
– É você tem razão. – disse Lílian pensando que entendeu a situação.
– Demorou para vir Kely! – disse Sirius impaciente.
– Demorou para você tirara a cabeça daí. Eu vou via flu! – disse a menina irritada batendo o pé no chão.
– Tchau meninas. – disse Sirius antes de sumir.

Kely entrou na lareira e sumiu gritando “Casa do Sirius”.

Lílian foi experimentar os lingeries no quarto enquanto Kely estava ajudando os marotos na casa de Tiago e Sirius:

– O que aconteceu? – perguntou Kely assim que chegou batendo nas vestes para tirar o pó.
– Não sabemos qual gravata fica melhor! – disse Peter com várias gravatas na mão.
– Só isso? – perguntou Kely irritada.
– Você diz só? Gravata é uma coisa importante! – disse Sirius.
– Parem de conversar e me ajudem! – disse Tiago nervoso tentando tirar a gravata.
– Mas o que aconteceu com você? – perguntou Kely preocupada indo até ele.
– A culpa foi do Peter! – disse Remo na mesma hora.
– Mas o que foi que aconteceu? Estão tentando matar o Ti? – perguntou Kely tirando a gravata do amigo.
– Ninguém aqui sabia fazer um nó direito na gravata… Então o Peter disse que viu alguém fazendo uma mágica e copiou e o Tiago quase foi enforcado pela gravata assassina! – explicou Sirius serio.

Kely caiu na gargalhada.

– Esta rindo do que? – perguntou Tiago massageando o pescoço.
– De como você são burros! – disse Kely ainda rindo.
– Xinga, mas não ofende! – disse Remo emburrado.
– Me desculpem, mas nunca pensei que veria uma gravata enforcando alguém… Piorou um maroto! – disse Kely se contendo para não rir.
– Mudando de assunto… – disse Sirius sorrindo. – O que vocês estavam aprontando lá na sua casa? – perguntou maliciosamente.
– Uma despedida de solteiro sem a Lily saber! – mentiu Kely.
– Vão dar uma despedida de solteiro para ela? – perguntou Tiago irritado. – Mas…
– Calminha cervo… Estava brincando! – disse Kely rindo da cara do amigo.
– Então o que estavam fazendo? – perguntou Tiago extremamente curioso.
– Uma surpresa para você! – disse Kely misteriosamente.
– E eu sei o que é e não vou contar! – disse Sirius fazendo uma careta.
– Traidor! – disse Tiago tentando segurar o sorriso que se formava no canto dos lábios.
– Já que já se entenderam posso ir? Quero ajudar a Alice e a Lily… – disse Kely.
– Pode ir. – disse Tiago.
– Posso ir junto? – perguntou Sirius com cara de cachorro sem dono.
– Nem pensar Sirius Black. Lily me mata e Tiago te mata depois…
– Deixa! – pediu ele manhoso.
– Não! – disse ela saindo do quarto.
– Droga! – disse ele tristonho.
– Tchau meninos. Até amanhã. E Sirius…
– Sim… Agora posso ir? – perguntou ele esperançoso.
– Claro que não. Só quero te lembrar que vai entrar comigo na festa! – disse ela com uma voz autoritária, porém sorrindo.
– Eu sei… Não esqueci nem por um segundo.
– Então faça o favor de ficar lindo e desgruda daquela nojenta da McKinnon. – disse Kely rispidamente.
– Esta com ciúme? – perguntou Sirius com um pequeno sorriso.
– Ciúme de quem? Daquela vaca? – perguntou Kely irritada.
– Não… De mim! – disse Sirius enlaçando seus braços na cintura da loira.
– Não estou! – mentiu Kely desconversando.
– Kely eu… – começou Sirius docemente.
– Você…? – incentivou ela.
– Queria que você soubesse que eu… – mas Tiago o interrompeu.
– Demorou Almofadinhas… A desculpem… – disse ao ver os dois abraçados quase se beijando.
– Tenho que ir! – disse ela se soltando do moreno. – Até manhã meninos.
– Até! – responderam os quatro.

As meninas ficaram até tarde escolhendo um lingerie para Tiago, quer dizer, para a ruiva.

A manhã seguinte foi tranqüila, a ruiva ficou lendo um livro calmamente deitada na cama, por incrível que pareça o ministério e nem a ordem a haviam chamado para nenhuma missão. A tarde seria igualmente tranqüila para a ruiva se não fosse pelas corujas desesperadas batendo na janela.

Mas o que será que deu na Jim para aparecer como uma doida em um dia tão tranqüilo?Não pode ser trabalho!São quatro da tarde! Combinei de sair com o Tiago de noite! Droga! – A ruiva pensava enquanto caminhava lentamente até a janela.

– O que foi Jim? Por que esse desespero todo? – perguntou Lílian ao abrir a janela e a coruja voar rapidamente para cima da cama. – Carta… Já sei! – disse vendo a coruja estender a perna.

Lílian,

Venha rápido para cá.
Tiago esta muito mal. Estamos desesperados… Ele esta até delirando…
Venha o mais rápido que conseguir!

Sara Potter

A ruiva entrou em pânico ao terminar de ler a carta. Não viu mais nada, só saiu correndo e aparatou em frente à mansão. Empurrou portão e saiu correndo para dentro da casa. Deparou-se com a porta trancada.

Droga! – pensou a menina.

– Sara! James! Alguém! É a Lílian! Abram a porta! – gritou a menina tocando compulsivamente a campainha.

A porta se abriu rapidamente por Fifi.

– Entre senhora! – disse a elfa.
– Sabe onde Tiago esta? O que houve? Ele esta bem? – perguntou Lílian sacudindo a elfa.
– Se parar de sacudir a coitada ela vai poder responder! – disse Sirius descendo as escadas.
– Pelo amor de Merlin, Sirius! O que houve com o Tiago? – perguntou à ruiva indo ao encontro do amigo.
– Ele esta bem. Esta lá no seu quarto te esperando. – disse Sirius com um enorme sorrido.
– Bem? Mas a carta…
– Lílian, vamos subir! – disse Sirius rapidamente puxando a menina escada a cima na hora que passaram alguns carregadores com o bolo.

Lílian entrou correndo no quarto. Deparou-se com Tiago sentado em uma poltrona aparentemente esperando alguém.

– Tiago? Você esta bem? – perguntou ela assim que o avistou correndo para junto dele.
– Não estou! – disse ele triste e cabisbaixo.
– O que houve? Sua mãe me mandou uma carta dizendo que você não estava bem… – disse ela fazendo ele se levantar e a analisando atrás de algum machucado.
– Vou deixar vocês a sós! – disse Sirius saindo e fechando a porta tentando não rir da situação.
– Lily eu não estou nada bem… – disse ele ainda deprimido.
– Fala logo onde dói Tiago! Quer me matar do coração? – perguntou ela aflita quase chorando.
– Meu coração Lily! – disse ele colocando a mão no peito.
– Meu Deus! Precisamos te levar no médico. Venha vou te… – começou ela desesperada.
– O médico não vai adiantar! – disse Tiago abaixando a cabeça.
– Não diga isso! É claro que ele vai ajudar. Ele vai te curar. Ele precisa te curar… – disse ela já chorando sem parar.
– Minha doença não tem cura! – disse ele deprimido passando uma das mãos no rosto pálido da moça a sua frente.
– Vamos achar a cura! Eu vou dar um jeito nisso… Você não pode morrer Ti! – choramingo ela abraçando ele fortemente.
– Só tem uma coisa que você possa fazer para me ajudar. – disse ele afastando a moça.
– Pode falar! Tudo que eu puder fazer eu faço… – disse ele as lágrimas.
– Lily tenho um problema grave no coração. Ele não quer mais ficar um minuto que seja longe de você! – disse ele sorrindo.
– Pare de graça Tiago! – disse ela limpando as lágrimas.
– Te trouxe aqui desse jeito Lily por que precisamos comemorar nosso aniversário de três anos de namoro.
– Não esta doente? – perguntou ela irritada.
– Não! – respondeu ele rindo.
– Sou cachorro! – disse ela rindo e chorando ao mesmo tempo. Ora feliz ora com raiva. – E posso saber por que teve que me enganar fingindo estar doente e me deixando aflita senhor Potter?
– Por que senão não teria graça. – respondeu ele rindo.
– Não entendi! – disse ela confusa.
– Eis o meu presente de três anos de namoro… – disse ele fazendo um movimento com a varinha e um lindo vestido de noiva apareceu na cama. – Hoje você se tornara a senhora Potter!
– Você só pode estar de brincadeira… – disse ela emocionada.
– Não é brincadeira! – disse ele sorrindo abertamente.
– Mas eu não fiz nada. Não convidamos ninguém, não preparei nada, não arrumamos a festa ou o que quer que seja…
– Eu fiz tudo isso. – disse ele feliz. – Tive ajuda, mas fiz tudo isso.
– Meu Deus! – disse ela chorando.
– Chorando de novo? Não gostou da surpresa? – perguntou ele chateado.
– Se eu gostei? Eu sou capaz de te beijar agora! Eu amei!
– Eu não dispenso o beijo! – disse ele sorrindo.

Quando os dois iam se beijar escutaram um: “Que fofos!” do lado de fora e em seguida a porta se abrindo.

– Pode ir saindo senhor Potter! O noivo não pode ver a noiva antes do casamento! – disse Kely entrando já vestida como madrinha, com um lindo vestido de gala.
– Mas… – começou Tiago.
– Mas nada. Temos só uma hora para arrumá-la. – disse Alice com um estojo de maquilagem na mão e com sua roupa formal.
– E você tem que se arrumar e ir receber os convidados! – disse Sirius puxando Tiago para fora.
– Mas eu não vou ganhar nenhum beijo? – perguntou ele enquanto era arrastado para fora.
– O próximo beijo de vocês será como marido e mulher! – disse Kely empolgada.
– Que lindo! Lembro-me quando foi comigo.. – disse Alice suspirando e com os olhos brilhando de emoção.
– Não acredito que vocês fizeram tudo isso sem que eu soubesse. – disse Lílian assim que os dois rapazes fecharam a porta.
– Tiago queria que fosse surpresa! – disse Alice.
– Gostou? – perguntou Kely.
– Amei! Não vejo a hora de estar casada com o meu Tiago! – respondeu ela sonhadora.
– Então vamos te arrumar logo! – disseram as duas.

Uma hora e meia depois os convidados já estava todos no salão de festas da mansão esperando a noiva. E o noivo já estava aflito passando a mão a cada cinco minutos no cabelo. Foi na quadragésima vez que Tiago perguntou pela sua amada que Sirius voltou:

– Sirius que bom que você apareceu… Cadê Lily? Ela esta bem? Por que esta demorando tanto?
– Tenho péssimas noticias Pontas… – disse Sirius triste balançando negativamente a cabeça.
– O que foi? – perguntou Tiago angustiado.
– Eu fui procurá-la para ver como estava tudo e ela estava fugindo com o Ranhoso pela janela.
– O que? – perguntou Tiago assustado entrando em pânico.
– Claro é mentira Tiago! – disse Remo tranqüilizado o amigo.
– É lógico que é… – disse Sirius rindo. – Lily esta linda… E logo desce. Ela só estava conversando com seu pai e já vinha.
– Olá gente! – disse Kely chegando.
– Oi flor! – disse Sirius.
– Sirius! – chamou Marlene vindo na direção dos dois.
– Lá vem ela de novo! – disse Kely irritada.
– Olá Lene! – disse o menino gentilmente.
– A noiva já esta com meia hora de atraso.. O que aconteceu? – perguntou ela abraçando Sirius e indo lhe dar um beijo.
– A noiva esta vindo! – disse Kely afastando os dois e puxando Sirius para o altar.

Remo e Tonks se colocaram no altar ao lado de Sirius e Kely, do outro lado Sara já estava aos prantos e Petúnia e Valter olhavam tudo com espanto.

Tiago parou de mexer nos cabelos e se ajeitou para receber a noiva que caminhava em sua direção acompanhada por James. Como ela sorria, seus olhos mostravam a felicidade que as palavras não descreveriam naquele momento. Tiago sorria feio bobo para a noiva, e quase não percebeu quando James entregou a moça para ele.

– Filho! Para de babar e vai se casar! – brincou James cumprimentando Tiago.
– Desculpe. – disse Tiago rapidamente se recompondo.
– Cuide bem dela. É uma moça adorável. É uma linda ruivinha!– disse James piscando um dos olhos para Tiago e entregando a noiva.
– Pode deixar. Nada vai acontecer com ela enquanto eu estiver vivo. Ela vai ser a mulher mais feliz e amada do mundo. – respondeu Tiago para o pai que sorriu e foi se juntar com Sara. – Esta linda minha ruivinha! – disse Tiago admirando a moça por instantes.
– Você também meu moreno! – disse ela sorrindo.

Lílian estava com um lindo vestido de noiva branco, véu e grinalda. Parecia um desenho feito por Deus, com tantos detalhes que seria impossível descrever, só vendo para acreditar na beleza e felicidade que nela existiam.

A cerimônia foi tradicional, e além da voz do padre se conseguia ouvir Sara chorando de felicidade ao lado. Os amigos se continham para não “Pagar mico na frente de todos” como Sirius disse logo depois.

A festa logo começou muito agitada. Os amigos pareciam brotar na frente dos noivos, e para cada parabéns que recebiam era um beijo e uma jura de amor era trocado pelo olhar cúmplice e apaixonado dos noivos e sorriso que os dois inalaram. A felicidade dos noivos era tão grande que contagiava a todos os convidados.

Lílian e Tiago não agüentavam mais ficar dançando e foram se sentar por alguns momentos:

– Feliz? – perguntou ele assim que se sentaram.
– Muito e você? – perguntou ela.
– Sou o homem mais feliz do mundo. Até que enfim eu tenho você. Até que enfim você é minha. Só minha senhora Potter! – respondeu ele feliz.
– Eu não sou sua… – disse ela o fazendo fechar a cara. – Você é que é meu! – respondeu a ruiva maliciosamente dando uma piscadela marota.
– Todo seu! – Disse ele antes de beijá-la.
– Podemos interromper o casal? – perguntou Remo chegando com a turma.
– E como se sentem? – perguntou Frank.
– Realizado. Tenho o amor da minha vida ao meu lado, amigos maravilhosos…
– Eu sei que você me ama! – disse Sirius pulando no colo de Tiago.
– Tira as patas do meu marido! – disse Lílian fingindo estar nervosa.
– Quem diria! Lílian Evans chamando Tiago Potter de marido! – disse Kely pensativa.
– Você errou Kely… É Lílian Evans Potter! – disse Alice rindo.
– Brinde! – disse Tonks.
– Aos noivos! – gritou Peter.
– Aos noivos! – repetiram os demais.

As dez da noite Remo foi atrapalhar o casal novamente:

– Vou ter que atrapalhar! – disse ele rindo.
– O que foi? – perguntou Lílian.
– Olha ali! – respondeu Remo apontando um canto afastado da festa.
– Não acredito! – gritou Tiago feliz.
– Demorou, mas eles se acertaram! – disse Tonks sorrindo.
– Esse Sirius! – disse Lílian rindo e vendo Sirius e Kely aos beijos.
– Só quero ver a cara da Marlene quando descobrir! – disse Tiago pensativo.
– Ela já viu! – disse Tonks normalmente.
– Já? – perguntaram os noivos espantados.
– Já. Deu um belo tapa na cara dele, virou a cara e saiu andando. – respondeu Remo. Rindo e dando de ombros.

Cap Anterior
Próximo Cap


sobre Vanessa Sueroz

Autora dos livros Confusões em Paris, Minha última chance, Odiado Admirador Secreto, Presente de Aniversário, Eu te amo mais e Três Botões.

Obrigada pela visita. Por favor, deixe um comentário com a sua opinião, isso é muto importante para nós.