Até que enfim você é minha – Cap 26 2


Anteriormente:

– Acordem turma! – pediu Lílian rindo. – Só estamos namorando. Vai demorar um pouco para o casamento sair.
– De acordo com o tio James vai sair logo. – disse Sirius.
– De acordo com a tia Sara só vai sair quando vocês estiverem de bengala. – disse Kely.

E todos riram.

– Se dependesse de mim sairia agora mesmo. – disse Tiago

E depois de mais alguns risos e muita conversa animada todos foram dormir, mas não em suas camas, todas as meninas, exceto Tonks, foram para o dormitório masculino dormir abraçadas com os seus namorados.

Cap 26 – Quem é Sirius Black?

E rapidamente se passou mais uma semana. Tiago e Lílian nem ao menos pareciam ter brigado e muito menos ter passado um dia sem se falar. Já em compensação…

– Seu cachorro! – gritou Kely com raiva.
– Já disse que não fiz nada! – disse Sirius.
– Ela tem as cordas vocais potentes iguais as da Lily. – brincou Remo.
– Não achei graça. – disse Lílian vendo Remo e Tiago rirem.
– Você estava olhando para a menina… –gritou Kely irritada.
– E é proibido olhar para o lado agora? – perguntou Sirius com raiva.
– Você estava quase babando em cima dela!
– Não estava não! – disse Sirius.
– Mentiroso! – gritou ela antes de sair do salão comunal.
– Acho que você se deu mal Almofadinhas. – disse Tiago.
– Não enche! – disse o menino com raiva saindo em direção ao dormitório.
– Ela tem razão! – disse Lílian por fim.
– É prima dele! – disse Tiago.
– Pior ainda. Sabemos do caso que os dois tiveram… – disse Remo.
– Mas isso foi há anos atrás… – disse Tiago defendendo Sirius. – Ele não sente nada por ela. Ele não estava babando na menina.
– Lógico que estava Tiago! – disse Alice chegando.
– Vou ter que discordar meu amor… – disse Frank. – A menina que se jogou em cima dele…
– Ele estava olhando o decote dela! – disseram as duas meninas revoltadas.
– Ela jogou os peitos na cara dele… Vocês queriam o que? – perguntou Frank.
– Que ele não olhasse!? – disseram as duas como se fosse a coisa mais obvia do mundo.
– Mas ele… – começou Tiago.
– Elas estão certas… – disse Remo por fim.
– Precisamos encontrar a Kely! – disse Lílian depois de algum tempo em silencio.
– Vamos Lily. – disse Tiago se levantando. – Me empresta um pedaço de pergaminho Remo?
– Claro. – disse Remo entregando um pergaminho que tinha no bolso.
– Obrigado. – respondeu para Remo. – Vamos Lily?
– Não é melhor você pegar a sua capa? – perguntou ela.
– Para que pegar uma capa? Vocês só vão procurar a Kely… – disse Alice confusa.
– É que pode esfriar… – desconversou Lílian.
– Vou pegar meu lírio. – disse ele entregando o pergaminho para ela antes de subir correndo para o dormitório.

**
– Por onde começamos? – perguntou Lílian assim que saíram do salão comunal.
– Primeiro é melhor ficarmos de baixo da capa. Já esta tarde para estarmos nos corredores… – disse ele.
– Tiago Potter se importando com uma regra? – perguntou ela deboxadamente.
– Lílian Evans desrespeitando uma regra? – perguntou ele rindo.
– Certo… – disse ela se dando por vencida e indo para de baixo da capa. – E agora? Tem idéia de onde ela possa ter ido?
– Não, mas esse pergaminho tem. – disse ela abrindo o pergaminho. – Juro solenemente não fazer nada de bom! – disse apontando a varinha para o pergaminho.
– Ainda não me acostumei com isso… – disse ela rindo ao ver o mapa surgindo.
– Comece a se acostumar agora! – respondeu ele com um sorriso. – Me ajuda a procurar a Kely…
– Já achei! – disse Lílian um minuto depois.
– Mas já? – perguntou ele espantado.
– Você é apanhador e ainda tem dificuldades para achá-la? – zoou ela.
– É a sua presença… – disse ele passando as mãos pelo cabelo.
– Vamos lá. Banheiro feminino!
– Mas esse é o banheiro da murta… – disse Tiago tristonho.
– Infelizmente sim… – disse Lílian desanimada.

**
– Kely! – chamou Lílian entrando.
– Kely! – chamou Tiago tirando a capa dos dois e olhando atentamente o lugar. – O banheiro de vocês é mais bonito que o nosso!
– Pára de graça Ti! – pediu Lílian séria. – Kely! – chamou mais uma vez.

Ficaram olhando o lugar por uns dois minutos até Tiago gritar:

– Achei! Vem aqui Lily!
– O que acon… – mas parou de fala ao ver a menina caída no chão.
– O que será que aconteceu? – perguntou Tiago colocando a cabeça Kely no seu colo.
– Temos que levá-la para a enfermaria. – disse Lílian preocupada.
– Não antes de saber o que houve! – disse ele calmo. – Murta! Aparece Murta… Sei que esta aqui.. – chamou ele com uma voz um pouco mais alta que o normal.

E no instante seguinte uma fantasma surgia dentre as janelas do banheiro.

– Hum! – disse a fantasma entre risinho. – Olha quem temos aqui…
– Olá Murta! Como anda a morte? – disse Tiago gentilmente.
– Olá Tiaguinho. A morte vai muito bem… – respondeu ela com alguns risinhos tímidos.
– Você ficou aqui o dia inteiro, não é? – perguntou ele com aquele sorriso de 32 dentes.
– Claro que sim… Alias, faz tempo que não vinham me visitar… Também quem vai querer visitar uma Murta, infeliz, e chorona? – perguntou ela antes de começar a chorar novamente.
– Não é nada disso Murta… É que estão chegando os NIEM”s e ainda tem as detenções com a Evans…
– Não gosto quando você fala dela! – disse a Murta fechando a cara.
– Por que não? – perguntou Lílian começando a se irritar.
– E quem é você? – perguntou a Murta se aproximando de Lílian e a analisando atentamente.
– Essa é Kely, a namorada do Remo… – disse Tiago quando a ruiva abriu a boca.
– Prazer! – disse a Murta para Lílian. – Então Tiaguinho..
– Preciso de uma informação meu amor… – disse ele sedutor.
– Tudo que quiser Tiaguinho. – disse a Murta feliz.
– Sabe o que aconteceu com essa menina? – perguntou ele apontando Kely que ele deixava deitada no chão.
– Por que o interresse? Essa é a Evans? – perguntou a Murta nervosa.
– Evans não é nada para mim… – disse Tiago sorrindo fazendo Lílian fechar a cara.
– Não é o que dizem por ai… – disse a fantasma.
– Deixemos a Evans para lá… – disse com um olhar sedutor. – Então… Sabe o que houve com essa menina?
– Por que o interresse? – perguntou a Murta um pouco irritada.
– É a namorada do Sirius… – disse ele.
– Aquele do cabelo cumprido? Ele é uma gracinha também.
– Esta me traindo com o Sirius? – perguntou Tiago divertido.
– Claro que não Tiaguinho… – respondeu a fantasma tímida. – Essa menina ai entrou aqui chorando, batendo em tudo…
– E por que ela esta desacordada? – perguntou Lílian.
– Por que lançaram um feitiço nela. – respondeu a Murta sem tirar os olhos de Tiago.
– Quem lançou? Que feitiço?
– Invadiram meu banheiro Tiaguinho… Estavam em vários aqui… Todos com capas pretas cobrindo o rosto, ficavam falando coisas sem sentido… – disse a fantasma parecendo com medo.
– Não se preocupe Murta. Eles não podem fazer nada contra você! – disse Tiago com um sorriso reconfortante.

Isso já esta me dando enjoou… Como estou deixando uma fantasma dar em cima do meu namorado?? Tiago sabe o que faz Lílian… Pare de penar besteiras… Mas um fantasma é ridículo!!! – pensava Lílian.

– Não lembra o que eles diziam? – perguntou Tiago depois de um silencio
– Não… Só sei que essa aí – e apontou para Kely adormecida no chão – entrou correndo aqui e quebrando tudo e os outros não gostaram, então lançaram um feitiço nela.
– Quem lançou? – perguntou Lílian.
– Já disse que não sei! Você é surda? Falei que estava com capas… Não dava para reconhecer ninguém. – respondeu Murta irritada.
– Sabe pelo menos que feitiço lançaram nela? – perguntou Tiago.
– Não sei Tiaguinho. – disse a Murta fazendo um biquinho.
– Desculpe Murta. Outro dia passo aqui com mais calma, mas tenho que levar a moça para a ala hospitalar. – disse ele pegando novamente Kely no colo.
– Vou cobrar a visita Tiaguinho… Tchau! E tchau também Kely… – disse a fantasma vendo os dois saírem do banheiro.
– Não acredito que você estava flertando com a Murta! – disse Lílian assim que saíram.
– Esta com ciúmes de um fantasma meu lírio? – perguntou ele rindo.
– Claro que não! – mentiu ela.
– Que pena… – disse ele rindo sabendo da mentira. – Agora coloque a minha capa, não quero ter o desprazer de te colocar em perigo.
– Perigo? Nos corredores da escola? – perguntou ela rindo e colocando a capa.
– Se você ainda não entendeu meu anjo: Estava tendo uma reunião dos comensais aqui no banheiro. – respondeu Tiago tentando parecer calmo, mas não conseguiu muito.
– Não se preocupe Ti! – disse ela percebendo o nervosismo do namorado. – O que acha que fizeram com a Kely? – perguntou Lílian depois de alguns instantes.
– Acho que já vamos descobrir. – disse ele parando de andar.
– Por… – começou Lílian, mas viu que Kely estava despertando.
– Esta tudo bem? – perguntou Tiago colocando a menina no chão.
– Estou ótima… Nossa, mas o que eu estava fazendo lá no banheiro da Murta? – perguntou ela.
– Íamos te perguntar isso… Viu quem te lançou o feitiço? – perguntou Lílian.
– Precisamos falar com Dumbledore! – disse Kely na mesma hora desesperada.
– Calma Kely… Agora nos conte o que aconteceu! – pediu Tiago detendo a menina de sair correndo.
– Estava tendo uma reunião de comensais lá no banheiro, não vi quem me atingiu, eram muitos, e quando me viram ficaram furiosos!
– É melhor deixar para falar com o Prof. Dumbledore amanhã. Temos que inventar uma desculpa para você estar fora da cama há essa hora! – disse Tiago.
– É tem razão! – disse a menina se acalmando.

**
– Bom dia meninas! – disse Kely animada.
– Bom dia! – disse Alice se levantando.
– O que aconteceu para estar tão animada? – perguntou Lílian rindo.
– Não sei… Mas estou feliz hoje! Tive um sonho com um carinha… – disse Kely feliz e sonhadora.
– Carinha? Deixa o Sirius escutar isso. – disse Alice rindo abertamente.
– Sirius? O que é Sirius? – perguntou Kely confusa.
– Pára de brincadeira. Não é só por que brigaram ontem que vai ignorá-lo! – disse Lílian.
– Briguei? Ignorar quem? – perguntou confusa.
– Você esta parecendo convincente. – disse Alice.
– Não estou entendendo vocês duas… Convincente com o que? Quem ou o que é Sirius?
– Sirius Black é seu namorado… Ou pelo menos era até ontem à noite! – disse Lílian. – Não vai nos enganar falando que não lembra dele.
– Eu não lembro de nenhum Sirius e não tenho namorado! Parem de falar bobagens! – gritou Kely irritada.
– Você não esta falado sério… – disse Alice preocupada.
– Nunca falei mais sério! – respondeu Kely tentando ficar calma.
– Isso é impossível… Como você só se esqueceu do Sirius? – perguntou Lílian.
– Ele deveria ser um chato para eu ter esquecido… – disse Kely dando de ombros.
– Chato ou não é seu namorado! – disse Alice.
– É melhor descermos logo ou vamos nos atrasar. – disse Lílian.

**
– Olá meninas! – disseram os marotos e Frank que as esperavam no salão comunal.
– Olá! – responderam as três animadas.
– Esta linda meu lírio. – disse Tiago para Lílian lhe dando um beijo.
– E como sempre o senhor Pontas meloso como sempre! – disse Kely rindo.
– Disso você lembra… – disse Lílian revirando os olhos.
– Como assim disso ela lembra? – perguntou Tiago confuso.
– Vai ver quando seu amigo chegar… – disse Lílian misteriosa.
– Cadê o Sirius? – perguntou Alice.
– Estou aqui… Sei que estavam com saudades… – começou Sirius, mas quando viu Kely parou de falar. – Bom dia Kely! – disse ele sem saber se a beijava ou não.
– Bom dia! – respondeu ela para ele. – Esse é que é o tal do Sirius? – perguntou ela para Lílian.
– Esse mesmo! – respondeu Lílian.
– O que aconteceu com ela? – perguntou Tiago confuso.
– Kely precisamos conversar.. – começou Sirius.
– Precisamos mesmo… Preciso te dizer uma coisa.
– Pode falar! – disse ele já esperado o pior. – Mas eu queria te pedir desculpas por ontem, eu olhei sem querer, mas…
– Espere! – pediu ela. – Alguém pode me dar uma forcinha aqui? – perguntou ela para as amigas.
– Aconteceu um problema com a Kely, Sirius. – disse Alice.
– Ela esta bem… Esta aqui… – começou ele olhando a menina atentamente.
– O problema não é externo. – disse Alice.
– Todos nós sabemos que Kely é louca.. – brincou Remo.
– É sério Remo, Kely não se lembra do Sirius! – disse Lílian fazendo os meninos rirem.
– Agora falem sério… – pediu Sirius parando de rir.
– Sabe o feitiço que a atingiu ontem Ti? – perguntou Lílian para Tiago.
– Sei… – respondeu ele confuso.
– A fez esquecer totalmente o Sirius! – explicou Lílian.
– Desistam vocês não vão pregar uma peça dessas em nós! – disse Frank
– Estamos falando sério! – disse Alice.
– Sério? – perguntou Tiago.
– Sério Ti! – respondeu Lílian.
– Tem certeza que não é nenhuma piada? – perguntou Remo.
– Estou falando sério! Só sei quem é Sirius por que a Lílian e a Alice me contaram agora pouco. – disse Kely
– Não pode ser! – disse Sirius apreensivo. – Ou pode?
– Não só pode, como esta acontecendo Sirius! – respondeu Lílian.
– Como ela iria me esquecer? – perguntou Sirius revoltado. – Impossível… Ninguém esquece Sirius Black.
– Eu namoro esse convencido? – perguntou Kely com cara de horror.
– Namora… E sempre o defende quando eu o chamo de convencido. – respondeu Lílian entre risos.
– Aff! – disse Kely revirando os olhos.
– Eu sinto interromper esse momento, mas se demorarmos vamos perder o café da manhã. – disse Remo.
– É melhor descermos! – disse Kely.
– Precisamos conversar! – disse Sirius segurando o braço dela.
– Não falo com estranhos. – disse ela simplesmente.
– Somos namorados… – disse Sirius se aproximando para beijá-la.
– A partir de agora, não somos… Pelo menos não até eu recuperar a minha memória e me lembrar de você!
– Mas… – começou Sirius a protestar.
– Sinto muito, mas não vou sair por ai beijando quem eu nem conheço apesar de você ser muito bonitinho… – disse ela antes de se afastar. – E de eu ter sonhado com você esta noite… – pensou se afastando

**

– Sirius deve estar arrasado! – disse Tiago se sentando.
– Fico imaginando de fosse conosco… – disse Lílian pensativa.
– Não quero nem pensar… – disse Tiago com um pouco de pavor na voz.
– Precisamos ajudar os nossos amigos! – disse Remo.
– Como? – perguntou Tonks.
– Seria uma boa levar a Kely para a enfermaria… – disse Frank.
– Não iria ser boa coisa… O que iriam falar para ela? – perguntou Alice. – Que foi atacada no corredor não se sabe por quem? – perguntou irônica.
– Você tem razão. – responderam os outros desanimados.
– Assim que Sirius souber que grupinho que atacou a namorada… – começou Tiago.
– Ex- namorada! – disse Kely se sentando.
– Como assim? – perguntaram todos espantados.
– Como vocês acham que eu iria continuar um namoro com quem eu não conheço? – perguntou ela como se aquilo fosse mais que obvio.
– Mas vocês se amam! Precisam ficar juntos. – disse Lílian revoltada.
– Assim como você amava o Tiago e só foi admitir agora… O meu caso é diferente… Eu não o conheço! – respondeu Kely irritada.
– Conheci sim… Ele é Sirius Black, mas conhecido como Almofadinhas, vocês se amam e você vive o chamando de cachorro… – começou Tiago.
– Por que eu chamaria meu namorado de cachorro? – perguntou ela sem entender.
– Pelo mesmo motivo de todos chamarem Tiago de veado! – respondeu Lílian.
– Até você meu anjo? É cervo!C-E-R-V-O! – respondeu Tiago.
– Sério que é por isso? – perguntou Kely sem acreditar.
– Não estou entendendo a conversa… – disse Alice.
– Ignore… Elas são loucas! – respondeu Remo.
– Tem razão Remo… – respondeu Alice rindo.
– Cadê o Sirius afinal? – perguntou Tiago preocupado.
– Não sei… Deve estar ainda no salão comunal. – respondeu Kely dando de ombros.
– Vou procurá-lo… Ele deve estar péssimo… – disse Tiago se levantando.
– Não demore Ti… Temos aula logo-logo! – disse Lílian.
– Não se preocupe! – disse Tiago antes de sair.
– Sirius deve estar arrasado. Como pode terminar com ele? – perguntou Alice.
– Depois te tudo que ele fez para estar com você… Sabe como é difícil passar por cima do nosso orgulho? – perguntou Lílian irritada.
– Vocês estão se esquecendo que eu não o conheço, não sei o que fez ou deixou de fazer! – disse Kely nervosa.
– Se acalme Kely… – pediu Remo. – Vamos dar um jeito nisso… Agora faça um esforço para se lembrar, tudo bem?
– Estou tentando Remo, mas não consigo. – respondeu ela deprimida.
– Vamos dar um jeito nisso amiga… Desculpe-me… – disse Lílian.
– Tudo bem… – respondeu Kely.

**
– Precisamos ir para a aula.. – disse Tiago pela milésima vez.
– Eu não vou… Não quero ver a Kely…
– Vai desistir agora? – perguntou Tiago imitando Sirius que fazia o mesmo com ele antes.
– Ela não sabe quem sou eu! – disse Sirius com raiva.
– Melhor ainda… Vai ter a honra de conquistá-la duas vezes… – disse Tiago.
– Não vou não…
– Você é um Potter ou não? – perguntou Tiago.
– Sou… – respondeu Sirius.
– Os Potter’s não desistem nunca… Se você desistir se considere fora da família… – disse Tiago.
– Esta me expulsando de casa maninho? – perguntou Sirius com um sorriso fraco.
– Se desistir estou sim… – respondeu Tiago serio.
– Desafio aceito! Vou reconquistar a Kely! – disse Sirius animado.
– Vai ser fácil… Você já fez isso antes… – brincou Tiago.
– Você tem razão!

**

– Sentem em duplas e façam o trabalho, quero que entreguem no final da aula. – disse o professor indo para junto da lousa.
– Li… – começou Kely.
– Me dá a honra? – perguntou Tiago a Lílian interrompendo Kely.
– Claro meu amor. – respondeu ela abafando um riso.
– Rem… – começou mais uma vez.
– Vem Peter… Vamos fazer isso logo. – disse Remo.
– Ali… – começou.
– Eu procuro as respostas impares e você os pares Frank. – disse Alice interrompendo Kely.
– Fiquei sem par! – disse a menina revoltada.
– Não ficou não… Você tem a mim. – disse Sirius galanteador.
– De novo você Black? – perguntou ela revirando os olhos.
– Vai fazer sozinha ou comigo? Estou te dando à opção! – falou ele sem tirar um sorriso maroto dos lábios.
– Tudo bem então… – disse ela se dando por vencida e sentando ao lado de Sirius.

**
– Acha que deu certo? – perguntou Tiago depois de algum tempo.
– O que deu certo? A questão 8? – perguntou Lílian sem entender.
– Planeta terra chamando! – brincou Tiago. – Estou falando do Sirius e da Kely…
– Desculpa Ti… Estava concentrada aqui.. – disse mostrando os livros. – Mas acho que deu certo sim… Ela não gritou até agora… – disse Lílian observando o casal.
– Kely não tem o mesmo gênio que você… – brincou Tiago.
– Só por isso vai ficar até a hora do almoço sem beijos. – brincou Lílian
– Isso é injusto. – reclamou ele.

**
– Já que estamos terminando o trabalho.. Por que não conversamos um pouco? – perguntou Sirius.
– Me desculpe… Sei que você deve estar se sentindo péssimo com tudo isso, mas eu também estou… – disse Kely.
– Pode até ser, mas quem sabe agente conversando mais você não se lembre de mim? – perguntou Sirius.
– Certo então… Fale-me um pouco de você! – pediu ela.
– Eu sou lindo, como você pode ver, inteligente, como acabou de perceber, gostoso, como percebeu na hora que me viu um cachorro lindo, como a Lily te contou…
– Verdade que você é animago igual o Ti? – perguntou ela.
– Sou sim… Alias até na forma animaga eu sou mais bonito que o Pontas… Não acha?
– Sou mais o Tiago… Aqueles óculos dele trás um ar sério enquanto o cabelo trás um ar brincalhão… Ele é uma contradição maravilhosa…
– Deixa Lílian escutar isso. – disse Sirius fechando a cara pelo comentário de ex- namorada.
– Lílian sabe que já sai com Tiago… – disse Kely dando de ombros.
– Tiago já saiu com a escola inteira! – brincou Sirius.
– Até onde fiquei sabendo… Você também! – retrucou Kely
– Não se lembrou ainda de mim? Ou não quer lembrar? – perguntou Sirius apreensivo.
– Sinceramente pelo pouco que te conheço… – começou ela.
– Não conhece tão pouco assim! – disse Sirius se lembrando do aniversário de três meses dos dois.
– Como assim? – perguntou ela sem entender.
– Você não iria gostar de saber. – respondeu ele. – Então.. O que ia dizer?
– Eu? Ah lembrei… Então, com o pouco que te conheço já sei que eu deveria te amar muito, você é prepotente, exibido, galinha, e fica se gabando o tempo inteiro… Eu deveria gostar MESMO de você para aceitar ser sua namorada. Eu nunca iria namorar um cara como você… – disse ela.
– Obrigado pela parte que me toca! – disse Sirius irritado pegando o livro e voltando a fazer o trabalho.

**
No dia seguinte nada tinha mudado, a não ser o fato que a escola inteira (mulheres) já sabiam que Sirius tinha terminado com Kely e por todo lado só se escutava “ Sabia que isso não iria durar…”, “Demorou muito para ele se cansar dela” , “O próximo vai ser o Tiago…” ou “Não é possível que o maior gatinho de Hogwarts esta solteiro de novo” Lílian já estava ficando sem paciência para os comentários sobre ela e Tiago, enquanto seu namorado fingia que nada acontecia.

No almoço ao ouvir mais um comentário do tipo: “ A Evans não tem mais chance, com Sirius solteiro o Tiago vai logo se cansar dela e voltar a ser nosso” se estressou:

– Dá para fazer alguma coisa? – perguntou ela nervosa para Tiago.
– Vou fazer o que? – perguntou ele inocentemente.
– Não sei, mas faça elas pararem. – disse Lílian ainda irritada.
– Se lembra que você me proibiu de falar com elas?
– E precisa falar com elas para impedir que comentem sobre nós? – perguntou ela ainda irritada.
– Você me proibiu de falar com ela, chegar perto delas e até de ameaçar elas… Quer que eu faça o que? Até faria algo, mas você brigaria comigo depois. – disse ele calmamente.
– E vai deixar que falem que você vai enjoar de mim? – perguntou ela incrédula.
– Não ligo… Isso não é verdade! – disse ele simplesmente.
– Então faça elas saberem disso! – disse Lílian autoritária.
– Tem certeza? – perguntou ele com um sorriso nos lábios.
– Claro que tenho! – respondeu Lílian um pouco apreensiva por causa do sorriso maroto do namorado.
– Foi você que pediu! – disse ele antes de dar um beijo digno de filmes na namorada no meio de salão principal, sendo aplaudidos por todos que olhavam.

Assim que se afastou da namorada para pegar ar Tiago ouviu os assobios e aplausos vindos de muitos lugares e reclamações vindas de algumas meninas.

– Pronto… Já provei que te amo para todas! – respondeu ele sorrindo.
– Você… Não…. Deveria… Ter… Feito… Isso! – disse ela pegando ar.
– Por que não? – perguntou ele inocentemente fingindo não saber que ela estava morta de vergonha.
– Ninguém precisa saber nada sobre nós… – respondeu ela vermelha igual aos cabelos.
– Não será por que você esta morrendo de vergonha de me beijar na frente de todos? – perguntou Tiago rindo.
– Amei o beijo! – disse Sirius rindo do outro lado da mesa.
– Digno de cinema! – disse Alice.
– Demorou para darem mais um… – brincou Kely.
– Por mim… – disse Tiago se aproximando ainda mais da ruiva.
– Nem pensar… – disse ela afastando ele. – Um já é de mais… – respondeu rindo
– Que tal fazermos igual Kely? – perguntou Sirius galanteador.
– Nem pensar! – respondeu ela um pouco constrangida fazendo todos rirem.

**
– E mais um dia e Kely não se lembra de nada! – disse Sirius se jogando na poltrona no salão comunal.
– Beije ela logo. – disse Tiago.
– Ela vai me matar! – disse Sirius.
– Mas até que a idéia é boa… Quem sabe ela se lembre de você.. – disse Remo.
– Tenho uma idéia ainda melhor… – disse Tiago.
– Então fala logo… – pediu Sirius ansioso.
– Você poderia… – começou Tiago.

**
– Já se lembrou do Sirius? – perguntou Alice se jogando na cama.
– Ainda não… Mas já gosto dele. Ele é muito doido… Faz-me rir…
– Fico feliz que esteja se apaixonando de novo por ele. – disse Lílian rindo.
– Olha o Edd… – disse Alice olhando para a janela.
– E mais uma carta para a Lily. – disse Kely revirando os olhos.
– Essa não é para mim. – disse Lílian entregando a carta para Kely. – É do Sirius.

Kely,

Sei que ainda não lembra de mim, mas por tudo que passamos (mesmo que você não lembre), vamos dar uma volta agora de noite, tenho um lugar para te mostrar que pode te lembrar algo…
Espero que vá… Estarei te esperando no salão comunal daqui meia hora, não se preocupe em ser pega, Tiago me emprestou a capa!

Do seu,
Sirius Black.

– Você vai? – perguntou Alice.
– Claro que não/sim – responderam Kely e Lílian.
– Não vou! – disse Kely
– Vai sim. Você tem que se lembrar… Sirius esta fazendo de tudo para te ajudar…
– É do interresse dele.. – disse Kely irritada.
– E deveria ser do seu também! – disse Alice.
– Não vou me encontrar com ele sozinha. – disse Kely. – E se ele me agarra?
– Se você não sabe… Não tem nada que o Sirius possa te fazer que vocês ainda não fizeram. – disse Alice
– E você esta doida para que ele te agarre! – disse Lílian rindo.
– Esta dizendo que eu.. – começou Kely espantada.
– Você fez! – responderam as duas.
– Meu Merlin! Eu nunca imaginei… Tinha quanto anos de namoro com ele quando isso aconteceu?
– Tinha três meses… – respondeu Lílian.
– Só isso? – perguntou Kely espantada.
– Para você ver como gostava dele! – disse Alice pensativa.
– Vocês venceram… Eu vou!

**
– Onde estamos indo? – perguntou Kely depois de virar em vários corredores.
– A sala precisa! – respondeu Sirius.
– Fazer o que lá? – perguntou ela sem entender.
– Vai ver… – respondeu ele.

– Chegamos! – disse para ela assim que parou e frente à porta.
– Certo.. – disse ela se apressando a abrir a porta.
– Eu abro. Eu quero te mostrar uma coisa… Já disse! Tenha paciência! – disse ele a afastando da porta.

Depois de pensar várias vezes o que queria Sirius abriu a porta e se deparou com o mesmo quarto que foram há algumas semanas antes.

– Eu conheço isso… – disse ela olhando tudo.
– Claro que conhece! – disse Sirius antes de beijar a menina.

**
No dia seguinte Sirius e Kely já esperavam no salão comunal quando Lílian desceu:

– Pensei que o Sirius tinha te raptado! – Brincou ao ver a amiga.
– Meu cachorrinho não faria isso! – respondeu Kely.
– Cachorrinho? – perguntou Tiago descendo. – Pelo visto meu plano deu certo! – disse orgulhoso.
– Você é um ótimo amigo Pontas! – agradeceu Sirius abraçando Tiago.
– Depois o veado sou eu… – brincou Tiago se afastando de Sirius. – E bem vindo aos Potter’s novamente.
– Essa eu não entendi. – disse Alice confusa.
– Tiago disse que se Sirius não conquistasse a Kely de novo ele não era mais seu irmão! – explicou Remo.
– E como eu adotei a família do Pontas para mim… – começou Sirius.
– Acho que foram eles que te adotaram Sirius! – disse Frank rindo.
– Afinal o que te fez lembrar-se do Sirius, Kely? – perguntou Lílian.
– Nem te conto… – disse a menina maliciosamente.
– Já entendi! – respondeu Lílian revirando os olhos enquanto os outros riam.
– Só falta vocês! – disse Alice para Lílian e Tiago.
– Seu sogro já deu mais do que permissão. – brincou Sirius – E seu cunhado também!
– Cunhado? – perguntou ela sem entender.
– Não acredito que temos outra mulher que se esqueceu do lindo Sirius Almofadinhas Black. – disse Sirius com um enorme sorriso.
– Não esqueci seu bobo! – respondeu Lílian rindo.
– Vamos descer então? – perguntou Rabicho.
– Por onde tem andado Peter? – perguntou Frank.
– Você não sabe? – perguntaram os outros três marotos fingindo indignação.
– Não… Por quê? – perguntou Frank sem entender.
– É lógico que ele estava na cozinha… Ele não sai de lá…
– Três dias seguidos? – perguntou Alice.
– Acho que você nunca viu o Rabicho comendo. – brincou Sirius.
– Afinal… Que feitiço foi esse? – perguntou Alice.
– Pelo que pesquisamos, se trata de magia negra… Faz vocês esquecer a pessoa que ama e que esta mais próxima de você! – explicou Remo.
– E no caso da Kely o Sirius, afinal os pais dela ela quase não vê… – concluiu Lílian.
– Então quer dizer que a Kely me ama? Bom saber!
– Não amo coisa nenhuma… Os comensais se enganaram… – respondeu ela brincalhona.
– Por que não admite o que esta na sua cara? –perguntou Sirius acariciando o rosto da menina.
– Por que é mentira! – brincou Kely.
– Essas meninas gostam de nos fazer sofrer! – brincou Tiago se lembrando que Lílian vivia falando que não o amava.
– Não podemos falar nada… Vocês são convencidos de mais! – respondeu Lílian.
– Acabou de admitir meu anjo ruivo! – disse Tiago vitorioso. – Também te amo ruivinha!

Cap Anterior

Próximo Cap


sobre Vanessa Sueroz

Autora dos livros Confusões em Paris, Minha última chance, Odiado Admirador Secreto, Presente de Aniversário, Eu te amo mais e Três Botões.


Obrigada pela visita. Por favor, deixe um comentário com a sua opinião, isso é muto importante para nós.

2 thoughts on “Até que enfim você é minha – Cap 26