Até que enfim você é minha – Cap 17 1


Anteriormente:

– E que tem isso de mais em mandar em um Potter? – perguntaram as duas ruivas parecendo zangadas.

– Eu te amo, meu amor… – disseram os dois abraçando suas amadas.

– Agora é amor… – disseram as duas revirando os olhos.

– Esse casamento vai ser muito engraçado. – disse Peter rindo.

Cap 17 – As fãs de Tiago

Logo todos já estavam em Hogwarts, mais precisamente no Salão Comunal da Grifinória.

– Vamos… Logo estará na hora do jantar. – disse Peter.

– Temos que planejar e esquema de segurança… – disse Frank.

– Esquema de segurança? – perguntou Tiago sem entender.

– Acha que vão matar primeiro a Lily ou a Kely? – perguntou Alice rindo.

– Nisso eles tem razão. – disse Remo.

– Não vou correr o risco… É só ninguém saber por enquanto. – disse Lílian.

– As meninas já sabiam que eu estava com o Sirius, e só tentaram me azarar algumas vezes… Todas sem sucesso. – disse Kely.

– Agora é diferente… – disse Frank pegando a mão da menina e a mostrando a aliança.

– Não me importo… – disse Kely saindo do Salão Comunal e puxando Sirius junto.

– E você, Lily? – perguntou Alice.

– Vamos fingir que nada aconteceu por enquanto… Só nos entendemos… Assim o povo vai se acostumando.

– Mas, Lily… – começou a protestar Tiago.

– Já me decidi, Ti! Vamos comer… – disse ela saindo na frente.

– Quero conhecer alguém que vai conseguir domar a ruiva. – disse Remo rindo e saindo atrás de Lílian.

Durante o jantar todos conversavam alegremente até que uma menina de cabelos ruivos foi falar com Tiago.

– Fiquei sabendo que gosta de ruivas, Tiaguinho… – começou a menina.

– Gosto… – respondeu ele sem entender.

– Gostou do meu cabelo? Pintei assim que soube da sua preferência. – disse a menina.

– Ficou bom… – respondeu Tiago gentilmente.

– E então? Não quer sair comigo depois do jantar?

– Não, obrigado… Já tenho compromisso! – respondeu ele tentando ser educado, vendo Lílian irritada ao seu lado.

– Quem sabe amanhã então? – insistiu a menina.

– Sinto muito… É melhor não… – respondeu Tiago.

– Você me achou feia? – perguntou a menina quase em lágrimas.

– Imagina… Você é muito bonita… – se apressou a dizer.

– Então por que está me dando um fora? Você só dá um fora nas meninas feias… – começou a menina já chorando.

– É que eu tenho mesmo um compromisso, mas posso te apresentar alguém… – disse Tiago.

– O Sirius já desencanou daquele retardada da Kely? – perguntou a menina.

– Ela não é retardada. E eles estão juntos ainda. – disse Tiago irritado.

– Que pena… – disse a menina saindo.

– Precisava ser tão gentil? – perguntou Lílian fechando a cara.

– Você não queria que eu disfarçasse? Estou fazendo o que você mandou! – respondeu ele voltando a atenção para a comida.

Dez minutos mais tarde uma outra garota chegou perto dos dois.

– Olá… Tiago, posso me sentar ao seu lado? – perguntou a Grifinória.

– Desculpa… Mas não tem lugar. – respondeu ele puxando Lily mais para perto sem a outra menina perceber.

– Não tem problema! – disse ela empurrando Lílian. – Agora tem lugar… – respondeu sentando no lugar que Lílian ocupava. – Então… Tem compromisso para hoje?

– Tenho… Desculpe, mas não me lembro muito de você.

– Saímos faz mais de um ano. Estou no quinto ano. – respondeu a menina. – Não me importo que não se lembre de mim… Por que podemos sair para você relembrar… – insinuou a menina.

– Seria muito bom, mas acho que por enquanto não vai dar. Estou ocupadíssimo.

– Certo… Procuro-te depois! – respondeu ela antes de dar um beijo estalado na bochecha dele e sair andando.
– Limpa esse batom! – disse Lílian jogando um guardanapo para ele quando a menina saiu.

– Tem certeza que não quer assumir nosso namoro, meu lírio? – perguntou ele limpando disfarçadamente o batom.

– Tenho. – respondeu ela.

– Olha quem está ali… – disse Sirius apontando para a mesa da Corvinal.

– Sua amiga, Pontas! – disse Peter.

– Ainda vou me vingar dessa menina. – disse ele observando a loira na outra mesa.

– E eu já até sei como… – disse Frank.

– Então fale logo… Estou doido para aprontar… – disse Sirius.

– Aprontar com a Lily do lado? Está maluco? – perguntou Alice.

– Ela vai gostar… – disse Kely rindo.

– Se esqueceram que eu estou aqui? – perguntou ela irritada.

– Nunca, meu lírio! – disse Tiago.

– Assume logo o namoro, Lil… – mas Kely foi interrompida.

– Olá… Tiago, Sirius, Remo… – disse uma morena.

– Olá! – responderam eles.

– E aí? Como foram de férias? – perguntou ela.

– Muito bem. – respondeu Remo. – E você?

– Foi a maior chatice… Não tinha nenhum gatinho lá… Pelo menos aqui tenho vocês…

– Não tem não. – disse Kely.

– E quem você pensa que é? – perguntou a menina

– Sou namorada de um Maroto. Algum problema? – perguntou Kely nervosa.

– Remo, você encontrou uma namorada… Acho que ela não é tão bonita assim… Você consegue melhor… Então, Tiago? Sirius? Estava pensando… – começou a menina.

– Não dirija a palavra ao meu amor. – disse Kely sentando no colo de Sirius. – E avise a escola inteira, avise ao fã clube inteiro dele, que ele está namorando. – disse Kely dando um beijo de novela em Sirius.

A menina bufou de raiva.

– Logo ele se cansa. – disse a morena quase que para si mesma. – Então, Tiago? Vamos sair?

Tiago olhou para Lílian esperando ela falar algo, assim como Kely, mas a menina não abriu a boca.

– Não posso. – disse ele.

– Por que não pode? – perguntou a menina sem entender.

– Eu vou tomar o tempo livre dele. – disse Alice.

– Pensei que namorasse o Longbottom. – disse a menina para Alice.

– E namoro. Tiago vai me ajudar em algumas matérias. – disse Alice.

– Certo… Nos vemos depois, querido. – disse a menina passando a mão no rosto do menino.

– Como você agüenta? – perguntou Kely para Lílian.

– Se fosse eu, já tinha grudado no pescoço dessas meninas… – disse Alice.

– Lílian é calma. – disse Remo.

– Só quero ver quando ela perder a paciência. – comentou Tiago.

– Já foram três, Lily… Quando você vai tomar uma atitude? – perguntou Kely.

– Confio no Tiago. – ela respondeu e voltou a comer enquanto Tiago abria um enorme sorriso.

Quando todos já estavam indo para o Salão Comunal um garoto parou Tiago.

– Ei, Tiago! – chamou o menino.

– Pelo menos é homem dessa vez. – disse Lílian pelo canto da boca.

– Fala, Gabriel… – cumprimentou Tiago.

– Umas meninas mandaram te entregar isso. E é verdade que estão namorando? – perguntou apontando Sirius e Kely.
– É verdade sim. – disse Tiago. – E valeu pelo bilhete.

– Tchau! – disse o menino se afastando.

– Quer apostar quanto que é mais uma admiradora? – perguntou Peter.

– Normal, não é? Tiago e Sirius recebem pelo menos um desses por dia. – disse Remo dando de ombros.

– Deixe eu ver isso. – disse Lílian puxando o pergaminho da mão do namorado.

– Calma, Lily. – pediu Tiago rindo.

”Olá, meu amor,

Ficar uma semana longe de você foi uma tortura…
Não via a hora de te ver de novo, onde foi passar as férias? Fiquei aqui na esperança de te ver, mas isso não aconteceu…
Quer ir a Hogmead comigo na próxima visita?Espero ansiosa uma resposta.

Beijos doces na boca,
Priscila Hootin

P.S. As meninas estão perguntando se é verdade que o Sirius está namorando.”

– Quem é essa, Tiago? – perguntou Lílian lhe devolvendo o bilhete.

– É uma menina da Lufa-lufa, se não me engano, ela está no terceiro ano. Saímos uma vez…

– Como com todas da escola… – comentou Remo.

– Pode ir se acostumando, Lily. Tem dia no quarto que esses dois – disse apontando Sirius e Tiago – Fazem disputa de quem tem mais bilhetinhos. – disse Frank.

– Paramos com isso! – disseram rapidamente os dois.

– É bom mesmo! – disseram Lílian e Kely juntas.

E assim rindo, todos foram para o Salão Comunal.

– Finalmente posso beijar minha ruivinha. – disse Tiago abraçando Lílian.

– Não pode não. Olha quantas pessoas tem aqui. – disse Lílian.

– Não seja por isso! Vamos subir… – pediu ele.

– Sozinhos? Nem pensar. – disse Lílian se sentando no sofá.

– Vamos todos juntos para ninguém desconfiar. – disse Remo.

– Perfeito! – disse Sirius.

– Ei, Sirius… – chamou uma menina do primeiro ano.

– Eu! – disse ele virando para ver quem era.

– Me contaram uma história sua que é difícil de acreditar… – disse a menina rindo.

– Então fale logo! – pediu Sirius curioso.

-Imagina só… Disseram-me que você esta namorando a Mrigt. – disse a menina ainda rindo.

– E por que é tão difícil de acreditar? – perguntou Tiago.

– Vocês dois namorando? – perguntou a menina gargalhando. – Impossível! Os meninos mais fofos da escola não podem simplesmente estar namorando.

– Mas eu estou! – disse Sirius. – Não é querida? – perguntou ele abraçando Kely.

– Claro, meu cachorrinho. – respondeu ela dando um selinho nele.

– Não acredito… – disse a menina espantada. – Pelo menos ainda temos o Tiago… E então, Ti? Vamos dar uma volta? – perguntou ela já abraçando Tiago.

– Me desculpa, querida.. – disse Lílian tirando as mãos da menina de cima do namorado enquanto Tiago a olhava espantado. – Ele tem detenção comigo agora! – respondeu Lílian fazendo Tiago fechar a cara.

– Te vejo outro dia, gracinha. – disse a menina piscando um olho e se afastando.

– Pensei que ia falar do namoro… – disse Peter.

– Pensou errado. – disse Lílian subindo para o dormitório masculino.

E a noite se passou rapidamente e logo as meninas já tinham que ir para o dormitório delas.

– Fiquem mais um pouco! – pediu Sirius.

– Não adianta fazer essa carinha de cachorrinho sem dono, Sirius Black. Eu tenho que ir. – disse Kely.

– Eu deixo você dormir na minha cama… – disse ele.

– Não! Prefiro a minha! – respondeu a menina indo em direção a porta. – ‘Noite!

– Também já vou! – disse Alice. – Você não vem, Lily?

– Já vou. – disse dando mais um beijo em Tiago.

– Nos vemos amanhã, Frank. – disse Alice dando um selinho no namorado e saindo.

– Tchau para todos. – disse Lílian saindo.

– Vamos tomar café juntos amanhã? – perguntou Tiago antes da menina sair.

– Claro, Ti! Espero-te no salão comunal amanhã cedo. – respondeu antes de sair.

No dia seguinte o café da manhã foi idêntico ao jantar da noite passada. Todos foram para a primeira aula do dia… Transfigurações.

– Como você agüenta? – perguntou Kely.

– Normal. Tenho muita paciência. Sem contar que isso acaba sendo uma prova do Tiago… Vamos ver se ele é fiel mesmo… – disse Lílian arrumando o material em cima da mesa.

– Temos ronda hoje, Lily? – perguntou Remo.

– Vou ver com a Minerva depois da aula. – disse Lílian antes da professora entrar.

A aula correu normalmente, e assim que acabou Lílian foi falar com a professora, fazendo os Marotos e as meninas a esperarem na porta.

– Professora, não recebemos o calendário das rondas.

– Me desculpe, Evans, avise o Lupin que a ronda de vocês é amanhã. Mando o calendário assim que possível. – disse a professora.

– Aviso sim. – disse Lílian se afastando em direção a porta.

– E… Senhorita Evans! – chamou a professora fazendo a menina olhar para trás. – Parabéns pelo namoro! O senhor Potter é um ótimo rapaz. Tente colocar juízo na cabeça dele.

– Pode deixar, professora. Vou fazer o possível. – respondeu Lílian com um sorriso tímido.

Mais tarde no Salão Principal Tiago e Sirius estavam em uma rodinha de meninas conversando alegremente.

– Será que vai dar certo? – perguntou Kely observando tudo de longe.
– Lógico que vai! – disse Remo.

– As meninas vão matar e tal doida que agarrou o Tiago. – disse Alice.

**
– Então, meninas… Podem nos fazer um favor? – perguntou Tiago com um enorme sorriso.

– É só pedir.

– É… quem tem uma amiga que está nos perturbando. Sabe… Ela fica nos enchendo para sair com elas… Diz que não podemos mais ver vocês, que vocês são oferecidas… – começou Sirius.

– Imagine só… Como elas podem falar uma coisa dessas de meninas tão simpáticas como vocês… Ficamos até ofendidos por vocês. – disse Tiago triste.

– E nos querem só para elas… Vejam que desperdício… Disse que vai acabar com vocês se chegarem perto de nós… – disse Sirius.

– Que horror! – exclamou uma menina.

– Gostamos tanto de vocês que viemos avisar… – disse Tiago.

– E quem são essas? Podem falar. Vamos tirar elas do caminho de vocês… – disse uma mulata.

– As duas são da Cornival.

– Não acredito! – disseram algumas meninas da Cornival.

– Pois é… – disse Tiago.

– É uma loirinha, baixinha, de olhos azuis, que anda com uma morena, de cabelos enrolados. – disse Sirius.

– Já sei quem é! – disse uma menina.

– Quem é? – perguntaram as outras.

– Vamos meninas. Vamos dar um jeito nessas meninas que querem tirar o nosso Tiago de nós. – agitou uma menina se levantando.

Logo em seguida todas já tinham sumido.

– Elas vão acabar com a loira! – disse Sirius rindo.

– Vingança perfeita! – disse Tiago rindo.

A menina que agarrou Tiago, assim como a amiga dela, ficaram uns dois dias na ala hospitalar com ferimentos graves, e foram ameaçadas. Não poderiam chegar perto do Tiago de novo, porque todo o corpo docente feminino de Hogwarts estaria de olho nas duas.

E assim se passou a semana inteira, com Tiago rodeado de meninas o chamando para sair e ele recusando. Na sexta-feira, Lílian já estava sem paciência para as fãs de Tiago, em compensação, Kely estava super feliz, porque as meninas estavam saindo do pé de Sirius.

Todos estavam indo para o Salão Comunal depois do jantar.

– Não agüento mais! – disse Lílian irritada.

– Assume logo. – sugeriu Alice.

– Vê o meu caso? Já estão deixando o Sirius em paz! – disse Kely.

– Do que tanto conversam? – perguntou Remo abraçando as duas.

– De como ter namorados tão populares é ruim. – respondeu Kely.

– É porque somos irresistíveis. – disse Sirius animado ao lado da namorada.

– Nenhuma menina resiste ao meu charme. – disse Tiago passando a mão nos cabelos rebeldes.

– Convencidos… – disse Alice que vinha logo atrás com Frank.

– E o que vamos fazer amanhã? – perguntou Tiago.

– Você vai estudar poções comigo. Pensa que eu esqueci das suas aulas extra? – perguntou Lílian ainda abraçada com Remo.

– Pensa que eu não estou vendo você abraçada com o Aluado? – perguntou ele rindo.

– Gostaram das minhas novas namoradas? – perguntou Remo rindo.

– Muito lindas… – disseram os dois rindo.

– Quem são lindas? – perguntou uma menina que vinha na direção contrária do grupo.

– Olá, meninas! – cumprimentou Remo.

– Olá, Remo! – responderam as cinco. – E então, Tiago… Quem é linda? – perguntou uma outra.

– Todas são! – respondeu Tiago.

– E você se referia a quem, Sirius? – perguntou uma terceira.

– A minha fofa. – disse ele abraçando Tiago e fazendo todos rirem.

– Você não respondeu nossos bilhetes, Tiago… Não quer dar uma volta conosco? – perguntou uma das meninas.

– Não posso. Vou estudar agora. – mentiu ele.

– Quem sabe amanhã. – disse a primeira.

– Olha, o Remo com duas namoradas… – disse outro grupinho de meninas chegando.

– Eu sei que estou arrasando. – disse Remo.

– E depois o convencido sou eu. – alfinetou Sirius.

– Acho que você acha coisa melhor, Lupin. – disse uma das meninas que agora eram mais de oito.

– Qualquer Maroto merece algo melhor. Pelo menos nosso Tiago não se entrega a ninguém… – disse outra menina.

Lílian e Kely bufaram de raiva.

– O que foi, Evans? – perguntou uma das meninas abraçando Tiago.

– Está com ciúmes, Evans? – perguntou outra, o abraçando do outro lado.

– Não se incomode… Você nunca conseguiria um Maroto lindo como o Tiago, Evans! – disse uma outra menina.

– Pois eu tenho. – respondeu Lílian irritada surpreendendo a todos.

– Não estamos falando do Remo. E sim de alguém como Tiago e Sirius. – disse outra menina.

– Acho que não escutei bem… A senhorita “não” está com alguém? – perguntou uma menina zoando.

– Senhorita… Não? – perguntou Sirius sem entender.

– Lílian Evans deu tantos Não’s para o Tiago que o apelido dela é esse. – explicou outra menina.

– Entendi. – respondeu Sirius rindo do nervosismo da amiga. – Acho que vocês vão conhecer uma Evans irritada agora! – disse ele vendo a cara da amiga.

– Dá para soltarem o meu Maroto? – perguntou Lílian irritada.

– E quem seria o seu Maroto? – perguntou uma das meninas debochadamente.

– Vou falar mais uma vez… – disse ela calmamente. – Se afastem do Tiago.

– Tiago? – perguntaram rindo.

– O Tiago Potter? – perguntou uma

– Ela deve estar falando de outro Tiago. – disse outra abraçando Tiago.

– E desde quando Tiago Potter recebe ordem de menina ciumenta?

– Desde quando ele virou o meu Tiago. – respondeu Lílian. – Saiam de perto dele! – pediu tentando se controlar.

– Nem pensar! – responderam elas o agarrando ainda mais.

– Tiago James Potter! Se afaste delas agora mesmo! – disse Lílian irritada.

Tiago na mesma hora se soltou das meninas e ficou ao lado da ruiva.

– Isso só pode ser alguma brincadeira de mau gosto! – disse uma das meninas.

– O nosso Tiago obedecendo a ela… – comentou uma outra menina.

– Como é? Ele é quem? Acho que não escutei. – disse Lílian se colocando na frente de Tiago, extremamente irritada.

– Acho melhor alguém conter a ruiva. – disse Sirius.

– Isso vai ser muito legal. – disse Frank atrás.

– Ela ficou irritada! – comentou Alice.

– Preparem os ouvidos. – disse Remo.

– O NOSSO Tiago! – responderam as meninas para Lílian.

– Alguém trouxe alguma coisa para colocar nos ouvidos? – perguntou Sirius.

– Não – responderam os amigos.

– Lily, não grite, por favor. – pediu Sirius.

– Não vou gritar, Sirius. – disse ela calmamente. – Só vou mostra para elas de quem é esse Maroto. – disse para ele. – O que exatamente acham que é de vocês?

– Para começar… Tudo! – disse uma menina.

– Vamos ver… – disse Lílian analisando um Tiago assustado. – Esse rosto é de vocês? – perguntou acariciando o rosto de Tiago – Se fosse, eu não poderia fazer isso. – disse ele dando beijinhos no rosto dele. –A orelha é de vocês?… Que pena! – respondeu mordendo a orelha dele – A boca talvez seja… – disse ela passando os dedos na boca dele – Acho que não! – falou beijando-o, e ele correspondeu na mesma hora. – Quem sabe o pescoço? – perguntou Lílian passando as mãos no pescoço do namorado. – Parece que não! – respondeu beijando lhe o pescoço e fazendo o menino arrepiar-se e as meninas bufarem.

– Não acredito que está fazendo isso! Qualquer uma que tenha saído com ele fez isso. – disse outra menina.

– Qualquer uma fez isso? – perguntou ela abrindo a blusa dele.

– O que pensa que está fazendo com o nosso Tiago? – perguntou uma menina irritada.

– Mostrando que ele não é de vocês. – Disse Lílian acariciando o peitoral do amado, que estava com a camisa aberta pela metade. – Gostaram? Viram como ele é gostoso?

– E você deixa, Tiago? – perguntou uma menina inconformada.

– Você nunca deixa ninguém fazer isso. – disse outra.

– Claro que deixa. – disse Lílian vendo Tiago abrir a boca para responder. – Já falei que ele é meu… Olha essas pernas… – disse ela esfregando a perna na dele. – Toda minha… E esses braços fortes então… Gostam? – perguntou ela acariciando os braços de Tiago.

– Com certeza! – disseram as meninas.

– Todo meu! – disse Lílian fazendo Tiago a abraçar. – Já entenderam ou querem mais? – perguntou ela ainda abraçada com ele.

– Só falta ela dizer que está namorando ele… – debochou uma menina.

– Olha bem de perto, querida. – disse Lílian mostrando a aliança dos dois.

– Agora já chega! Isso é uma brincadeira de mau gosto! – disse uma das meninas.

– Por quê? – perguntou Tiago – Não posso namorar?

– Não! – responderam elas.

– Você é nosso, Tiago! – disse outra.

– Elas ainda não entenderam meu amor… – disse Lílian calma.

– Deixe-me ver se entendi… – disse uma menina – O cabelo, o rosto, a boca, os braços, as pernas, o peito, é tudo seu? – perguntou uma menina. – Só você pode tocar?

– Até que enfim alguém entendeu! – disse Lílian sorrindo ainda abraçada a Tiago.

– Então quer dizer que a bundinha sexy dele é nossa, agente pode passar a mão quando quiser? – perguntou uma das meninas.

– A bundinha sexy do meu namorado, só eu posso passar a mão. – disse Lílian soltando Tiago. – O namorado é meu… Eu passo a mão onde quiser. – disse Lílian apertando a bunda de Tiago fazendo os amigos rirem e ele ficar constrangido. – Agora, avisem o resto do fã clube… Tiago Potter está de coleira. E não quero nenhuma de vocês perto dele. Encostem nele e vão se entender comigo! – disse Lílian abraçando Tiago.

– Ainda temos o Siriuzinho.. – começou uma menina.

– Cheguem perto dele e não vou apertar só à bunda… – disse Kely.

As meninas saíram bufando e pisando pesado, enquanto Alice, Frank, Remo e Peter se rachavam de rir.

– Não acredito que você fez isso! – disse Remo rindo.

– Nunca pensei que faria nada do tipo, Lily. – disse Alice.

– Piorou em público. – disse Frank.

– Gostou de apertar a bunda do Tiago? – perguntou Peter rindo.

– Eu sou gostoso por completo. – disse Tiago rindo e abraçando Lílian.

– Amei tudo isso, meninas. – disse Sirius. – Sou fã numero um das duas.

– Lily, você arrasou. Nem eu faria melhor. – disse Kely.

– Pode apertar minha bunda quando quiser, meu lírio. – disse Tiago beijando-a.

– Eu sei! – respondeu ela rindo.

– Você sabe que amanhã a escola inteira já vai saber do que houve, né Lily? – perguntou Remo.
– Que saibam hoje mesmo. – disse Lílian rindo.

– Vamos para o Salão Comunal? – perguntou Frank. – Alice, meu amor, você nunca fez nada disso em público… – disse ele decepcionado.

– Mas já fiz mais quando não tinha ninguém olhando. – respondeu a menina maliciosamente.

– Hum-hum! – fizeram os demais.

– Vamos para o Salão Comunal? – perguntou Lílian agarrada a Tiago.

– Vamos. – responderam os outros indo em direção a mulher gorda.

Cap Anterior

Próximo Cap


sobre Vanessa Sueroz

Autora dos livros Confusões em Paris, Minha última chance, Odiado Admirador Secreto, Presente de Aniversário, Eu te amo mais e Três Botões.


Obrigada pela visita. Por favor, deixe um comentário com a sua opinião, isso é muto importante para nós.

One thought on “Até que enfim você é minha – Cap 17

  • Wateru

    AÊÊÊÊÊÊ :celebrate: :yay:

    Gente, como a Lily é lenta. Olha o tempo que ela demorou pra assumir o namoro :va:

    E essa cena dela apalpando o Tiago, hein? :oops2:

    Lily :safada:

    Mas eu :adogo:

    Tô lendo loucamente essa fic. Já vou ler mais :surto:

    [Responder]