Até que enfim você é minha – Cap 13 8


Anteriormente:

– Elas que não cheguem perto do meu Tiago de novo! – disse Lílian determinada.

Seu Tiago? Que progresso! – falou Kely rindo e fazendo a amiga corar.

– Não liga, meu lírio. Eu sou todo seu. – disse Tiago beijando a menina.

E assim se passou a noite de terça-feira.

Cap 13 – Novas Convidadas

Na manhã seguinte, todos estavam com caras ótimas enquanto conversavam tomando café da manhã.

– Não acredito que vocês ainda estão dormindo no mesmo quarto… – disse Remo rindo.

– Estão só dormindo? – perguntou Sirius malicioso.

– Só dormindo, Sirius! – respondeu Lílian um pouco aborrecida com o comentário. – Mas não somos os únicos, não é, Sirius?

– Pelo visto estamos sobrando aqui, Remo! – disse Peter indo.

– Não por muito tempo. As meninas chegam hoje. – disse Tiago.

– E que tal aproveitarmos o dia para ficarmos lá fora? – perguntou Kely. – Eu nunca tive a oportunidade de fazer um boneco de neve…

– Se você quer… – disse Sirius.

– Então o passatempo dos Marotos hoje vai ser brincar na neve… – disse Tiago pensativo.

– Marotos e amigas… – disse Kely.

– Só se for amigas que beijam na boca dos Marotos. – disse Remo rindo.

– Estava falando que vocês duas já estão entrando para a gangue dos Marotos. – respondeu Tiago.

– Também… Convivendo com vocês… – começou Peter.

– Não vou ser Marota! – protestou Lílian rindo.

– Depois que se casar com o Pontas isso não vai fazer diferença… – disse Sirius.

– E nosso filho vai ser Maroto também! – disse Tiago.

– Meu afilhado vai ser igual a nós… – disse Sirius.

– E quem disse que você vai ser o padrinho? – perguntaram Lílian e Tiago rindo.

– Eu sei que vocês me amam… – disse ele abraçando os dois.

– Me larga, seu veado! – disse Tiago.

– O veado aqui é você, Pontas! – disse Remo.

– É cervo! – respondeu Tiago. – Sem contar que é o Sirius que está me agarrando.

– É para mostrar para a Lily que vai ter que dividir você comigo… Eu aceito ser a outra na sua vida, mas não vou agüentar se você me abandonar. – disse Sirius imitante mulher e sentando no colo de Tiago.

– Dá um jeito nele, Kely! – pediu Tiago empurrando Sirius.

– Ele usa e abusa de mim e depois me trata como uma qualquer… – disse Sirius dramático imitando bicha. – Esses homens não prestam… – disse ele indo em direção as meninas. – Vamos, meninas! Deixem esses machistas aí! – disse Sirius agarrando a mão das duas e puxando para fora da cozinha fazendo os três garotos rirem.

Depois de alguns minutos todos já estavam no quintal brincando na neve, enquanto as meninas tentavam inutilmente fazer um boneco, os meninos faziam guerra de neve.

Depois de um tempo as meninas cansaram de tentar fazer o boneco e foram se juntar aos meninos acertando bolinhas de neve em Sirius e Tiago que estavam distraídos, e logo em seguida em dois corriam atrás delas com bolinhas nas mãos para acertá-las, enquanto Remo e Peter tentavam acertar bolinhas nos casais.

Lílian parou de repente fazendo Tiago cair em cima dela. Quando o menino pensou em beijá-la, todos já estavam tacando bolinhas neles e Tiago tentava defender Lílian. Foi nessa hora que Fifi chegou.

– Não vamos deixar vocês namorarem em paz. – disse Sirius tacando bolinhas neles.

– Se quiserem namorar vão para um lugar mais reservado.. – disse Remo tacando mais bolinhas.

– Senhor Potter! O almoço está pronto. Posso servir? – disse a elfa.

– Já vamos, Fifi. Pode ir colocando o almoço – disse Lílian ainda escondida em baixo de Tiago.

– Sim, senhora! – disse a elfa saindo.

– Ela já está até dando ordens para o elfo da família… Que coisa mais feia, Lily. – disse Kely rindo e tacando bolinhas nos dois.

– Tiago, precisamos sair daqui. Logo estaremos “enterrados” na neve. – disse a menina.

– Não saio daqui até te dar um beijo. – respondeu ele rindo.

– Não pense que não escutamos. – disse Peter tacando mais bolinhas.

– Vocês não vão se beijar! – disse Sirius tacando uma bolinha que quase pega na cabeça de Tiago.

– Vamos ver, Sirius… Seus invejosos. – disse ele rindo e depois beijou Lílian ignorando as bolinhas em cima dele, mas logo todos já estavam dando montinho nos dois.

– Socorro! – gritou Lílian entre os risos. – Vocês vão me esmagar!

Logo todos já estavam na cozinha comendo e rindo do voltaram para sala continuaram a conversar.

– Ainda não acredito que eles se beijaram lá. – disse Remo rindo.

– Vocês quase nos esmagaram. – disse Tiago rindo.

– Eu avisei para você não se beijarem. – disse Sirius.

– Eu não resisto a essa ruiva. – disse Tiago rindo.

– É melhor se controlar. Não vai querer que seus pais vejam vocês se beijando. – disse Peter.

– Por que não? É bom eles irem se acostumando. – disse Tiago.

– Nem pensar! – disse Lílian. – Não vou te beijar na frente deles.

– E como vai fazer no casamento? Ignorar-me no altar? – perguntou Tiago divertido.

– Se preciso, sim. – respondeu ela tentando ficar séria.

– Você não iria resistir. – disse Kely rindo.

– Aposto como te beijo no baile na frente de todos! – disse Tiago.

– Não vale! Você iria me agarrar… – começou Lílian.

– Quero entrar na aposta. Acho que ela vai te agarrar. – disse Sirius.

– Lílian nunca agarraria o Tiago na frente de todos… – começou Kely.

– Obrigada, Kely. – disse a amiga.

– Aceita a aposta, ruivinha? – perguntou Tiago estendendo a mão.

– Aceito!

– E vão apostar o quê? – perguntou Peter.

– O ganhador escolhe o prêmio. – disse Tiago.

– Perfeito! Já vou começar a pensar agora. – disse Lílian.

– Quero participar da aposta também. – disseram Kely e Sirius.

– Eu estou com o Tiago. A ruiva não vai resistir ao charme do Pontas. – disse Sirius.

– Aposto como ela resiste. – disse Kely.

– Vão entrar na aposta também? – perguntou Lílian para Remo e Peter.

– Eu estou com o Pontas! – disse Peter.

– E você, Remo? – perguntou Sirius.

– Prefiro não opinar. Só me ferro em apostas. – respondeu ele.

Tiago abriu a boca para falar e sentiu uma mão tampando seus olhos.

– Pára com isso, Lily. – disse ele.

– Não sou eu! – disse a menina emburrada.

– Não sabe quem é, Tiago? – perguntou Sirius rindo.

– Essas mãos… – começou ele tocando as mãos que o impediam de ver.

– Acho melhor você não falar nada… Não iria querer ver a cara da Lily agora… – disse Remo.

– Mariana? – perguntou Tiago sem certeza.

– Até que enfim! – disse ela tirando as mãos do rosto dele.

– Que saudades! – disse ele se virando e abraçando a menina de cabelos pretos.

– Também estava com saudades, Ti. – respondeu ela abraçando-o fortemente. – E posso saber com quem você está me traindo? – perguntou ela séria soltando ele.

– Essa é Lílian Evans! – disse ele mostrando Lílian.

– Essa é a famosa Lílian? – perguntou Mariana analisando a menina. – Uau! Ela é mais bonita do que você disse. – disse Mariana para Tiago. – Que sorte em primo! – e se virou para Lílian. – Prazer, sou Mariana Potter, prima do seu Don Juan. Eu estava doida para te conhecer.

Lílian olhou desconfiada para a menina e apertou sua mão.

– Prazer.

– E essa é Kely Mrigt, os outros, você já conhece. – apressou-se Tiago.

– Olá! – disse Mariana para Kely. – Meu Deus, como você está lindo, Sirius! – disse Mariana abraçando o menino.

– Hum-hum! – disse Kely.

– Desculpa, me empolguei. – disse Mariana soltando o menino. – Sirius já é da família. – disse para Kely. – Peter… Você não mudou nada. – disse Mariana abraçando o menino também.

– E você também não, Mariana. – disse Peter.

– E nossa! Remo… Você está… – mas a voz da menina pareceu sumir.

– Lindo, eu sei… Aprendeu comigo. – disse Sirius aproveitando a deixa.

– Antes que eu me esqueça… – e se virou para outra menina que estava na sala. – Esta é Alice Jackson, ela estuda na mesma escola que vocês…

– Olá Tiago, Sirius, Remo, Peter… – disse a menina.

– Olá! – responderam eles.

– E olá meninas, acho que nunca nos falamos… – disse Alice. – Mas acho que estou vendo coisas… Lílian Evans e Tiago Potter juntos? Uau!

– Eu disse que ainda iria ter essa ruiva. – disse Tiago abraçando Lílian fazendo todos rirem.

– Desculpa, Lílian. Não sabia que você estaria aqui. Eu sempre cumprimento meu primo assim… Percebi que você não gostou muito… – começou Mariana.

– Não se preocupe. É que não sabia que você era a prima de quem ele tanto falou a semana inteira.

– Você realmente tem certeza que não é uma Potter? Falou igual a uma… – disse Mariana rindo.

– Assim vai deixar a pequena ruiva sem jeito. – disse Sirius.

– E minha nossa, Sirius… Nunca pensei que uma garota iria conseguir colocar uma coleira em você. – disse ela rindo.

– Fazer o quê… – respondeu ele.

– Você é uma garota de fibra! Mantenha a coleira firme nesse vira-lata do Sirius! – disse Mariana rindo para Kely.

– Não tenha duvidas! – respondeu Kely também rindo.

– Agora, posso ver meu par direito? – perguntou Mariana abraçando Remo.

– Vou mostrar seu quarto. – disse Tiago para Alice.

– Obrigada!

– E cadê o Frank, Alice? – perguntou Peter.

– Não pôde vir hoje. Teve que ajudar o pai. Mas ele vem sim. – respondeu a menina sorrindo.

– Desculpa a pergunta, mas nunca te vi em Hogwuarts. – disse Lílian para Mariana quando Tiago e Alice saíram.

– É que não estudei lá. Meu pai me mandou para uma escola só de meninas… Mas me formei ano passado e voltei a morar em Londres, estou fazendo o curso de aurora. – disse ela se jogando no sofá. – Fazia tanto tempo que não vinha nessa casa…

– Ele é a única prima mulher do Tiago, Lily. – disse Sirius.

– Também, o Tiago só tem um tio! – disse Remo.

– A família inteira vai te adorar, ruiva. – disse Mariana. – Todos são doidos para te conhecer. E eu tive a honra de te ver primeiro… A futura senhora Potter em pessoa… – disse a menina pensativa e rindo ao mesmo tempo fazendo Lílian corar.

– Pelo visto nem todas as mulheres da família Potter são ruivas… – disse Kely.

– Sou a única. Fica até chato… A única Potter mulher de cabelos pretos… Mas deixe… Tiago vai ter uma menina… Ela vai ter cabelos negros como os meus e os olhos lindos da ruivinha aqui. – disse Mariana.

– Sinto te informar, mas vou ter um menino! – disse Tiago terminando de descer. – E ele terá os olhos da mãe… Será um lindo Maroto de olhos verdes…

– Onde largou minha amiga? – perguntou Mariana.

– Está tomando banho. – respondeu Tiago sentando no braço do sofá e abraçando a ruiva.

– Continue falando, Mariana… Por que, afinal, só você não é ruiva? – perguntou Kely curiosa.

– Porque ela gosta de ser diferente… Não quis seguir a tradição da família. – respondeu Tiago rindo.

– É que sou a única mulher… As outras são esposas dos Potter’s. Minha mãe ficou inconformada quando nasci de cabelos pretos. Disse que eu tinha que ser ruiva para me parecer com ela.

– Os Potter e suas ruivas… – disse Remo rindo.

– Realmente… Até meu irmão… Está noivo de uma ruiva… E agora ,Tiago… Só falta o meu futuro sobrinho se apaixonar por uma ruiva também. Eu sou muito mais as morenas… Sem ofensa, Lílian…

– Também sou mais as morenas. – disse Kely que também possuía os cabelos negros.

– E eu assino em baixo. – disse Sirius.

– Pois eu discordo! – disse Tiago. – Não tem nenhuma mulher que seja mais linda que o meu lírio.

– Uma coisa que eu ainda não entendi… Você me disse que a ruiva te odiava… – disse Mariana. – Alice até me confirmou no caminho para cá. Disse que vocês não param de brigar na escola…

– Vamos dizer que a história é longa. – disse Lílian.

– Então vou pegar pipoca para comer enquanto vocês me contam. ALICE!DESCE! VÃO NOS CONTAR A HISTÓRIA TODA! – gritou a menina para a amiga.

– Minha prima é realmente doida! – disse Tiago rindo.

– E linda. – disse Remo.

– O Remo está apaixonado! – disse Peter rindo.

– Não estou! – disse o menino corado.

– Ninguém resiste aos Potter. – disse Tiago convencido.

– E é bom que os Potter’s resistam aos outros. – disse Lílian.

– Eu só não resisto a você! – disse ele beijado a menina.

– Dá para pararem? – perguntaram os demais tacando almofadas nos dois.

– Deixem os dois namorarem… Eu adoro ver novelas na vida real. – disse Mariana sentando e olhando atentamente os dois.

– Se for assim… – disse Sirius agarrando Kely e a beijando.

– Que falta faz o Frank nessas horas. – disse Alice que acabava de descer.

– Posso te ajudar nisso. – disse Peter.

– Nem pense nisso, Peter! – disseram as meninas juntas com exceção de Alice, fazendo os outros meninos rirem.

As meninas logo já viraram amigas inseparáveis. Pareciam que se conheciam há séculos… E assim acabou o dia… Em meio a histórias das brigas do Tiago e Lílian, da escola de Mariana e do namoro de Alice.

Mariana interrompeu a história de Tiago e Lílian:

– Afinal, o que vocês fizeram para se vingar da menina?

– Ainda nada. Ela ficou escondida no salão comunal da Corvinal desde então. – disse Sirius.

– Eu tenho muitas amigas da Cornival. – disse Alice. – Posso dar uma ajudinha… Sem contar que elas vão querer matar a menina quando souber que ela beijou o Tiago.

– Por quê? – perguntou Lílian.

– Sabia que seu amor é o segundo cara mais cobiçado da escola? As meninas querem matar qualquer uma que fique perto dele. – disse Alice.

– Se fosse assim, todas já teriam se matado. – disse Remo.

– Não! Afinal ele só ficava algumas horas com todas… Deixa as meninas saberem que ele está com a Lílian… – disse Alice.

– É prima… Acho que você vai precisar de escolta na escola agora. – disse Mariana rindo.

– Prima? – perguntou Kely rindo.

– Se ela vai se casar com meu primo… Vai ser minha prima também! – respondeu Mariana rindo.

E a conversa continuou até tarde, então todos resolveram dormir.

– Não acredito que eles dormiram na mesma cama! – disse Mariana quando desceu as escadas da mansão dia 23 de dezembro.

– Relaxa! Não rolou nada! – disse Sirius rindo a expressão da menina.

– Eu sei que não… Afinal oficialmente eles não estão namorando… – começou Mariana. – Mas que de mais!! – disse ela animada – Estou com inveja dos dois…

– E eu também… Nunca pude dormir abraçada com o Frank. – disse Alice.

– Eu já não posso falar o mesmo. – disse Sirius. – Estou dormindo abraçado com a Kely à semana inteira.

– Nem te contamos… Seu acompanhante tem um encontro semana que vem… – disse Peter maliciosamente.

– Meu Reminho tem um encontro? – perguntou Mariana entusiasmada. – Com quem? Finalmente criou coragem para chamar alguém para sair, Remo!

– Eles me obrigaram… – disse Remo em defesa.

– E quem é? – perguntou Mariana curiosa.

– Ninfadora Tonks. – respondeu Peter.

– A Tonks? Ela é doida por você… Até que enfim você percebeu… – disse Alice.

– Ela o que? – perguntou ele espantado.

– Ela gosta de você! – disse Alice.

– Nós já sabíamos. – disse Tiago chegando de mãos dadas com Lílian.

– E nem me contaram! Que grandes amigos você são… – disse Remo de cara fechada.

– Olha aqui mocinho… Você tem um encontro comigo… Então pare de pensar na sua namorada… – brincou Mariana fingindo ciúmes e fazendo o menino corar.

– O Aluado esta namorando! – cantaram os meninos zoando o amigo.

– Não estou não! – respondeu ele.

– Por enquanto… – disse Lílian

– Até você Lily? – perguntou indignado.

– Estou andando muito com o Tiago. – justificou ela dando de ombros.

O café da manhã correu tudo bem.

– O que vamos fazer hoje? – perguntou Kely.

– Que tal quadribol? Somos 8… Dá para jogar quatro a cada lado. – disse Alice.

– Sinto muito… Eu não jogo! Fico de juíza. – disse Lílian

– Mas você não sabe nem as regras… – disse Kely.

– Lógico que sei… Quem pegar o pomo primeiro ganha. – disse Lílian.

– E as outras regras? – perguntou Remo.

– E tem mais regras? – perguntou ela confusa.

– Façam assim… Vocês jogam… Eu vou ensinar meu lírio a voar. – disse Tiago.

– Sinto muito Tiago… Eu não vou subir em uma vassoura! – disse Lílian.

– Você não sabe voar? – perguntou Mariana incrédula.

– Ela nunca aprendeu. – disse Remo.

– Mais um motivo para me deixar ensinar. – disse Tiago.

– Sem chance. Não vou subir naquele negócio frangil… – disse Lílian.

– Você terá um bom professor… – disse Sirius.

– Não sei não… – começou Lílian.

– Te garanto que você vai gostar! Confie em mim! – pediu Tiago.

– O que você não pede rindo que eu não faça chorando? – perguntou Lílian.

– Perfeito! – disse Tiago. – Vocês podem jogar a vontade.

– E tem vassouras suficientes? – perguntou Kely.

– Vocês estão na mansão Potter! É claro que tem. – disse Mariana. – Às vezes juntamos a família para jogar… Aqui tem mais de dez vassouras. – disse Mariana levantando. – Vou me trocar!

– Eu também. – disseram os de mais.

– Você não vai se trocar Lily? – perguntou Alice.

– É lógico que ela vai. – disse Mariana puxando a menina escada à cima.

Depois de um tempo todos já estavam nos jardins.

– Como vamos fazer? – perguntou Kely.

– Times mistos fica melhor. – disse Remo.

– Concordo! E ficamos sem goleiro. – disse Sirius.

– Um batedor, um apanhador e um artilheiro! – concluiu Peter.

– Vamos tirar os times! – disse Mariana.

– Enquanto eles resolvem você vai aprender a montar na vassoura. – disse Tiago puxando Lílian para longe dos amigos.

– Você tem certeza Ti? Eu sou péssima nisso!

– Te garanto… A primeira vez é inesquecível. – falou ele maliciosamente fazendo a rir. – Vamos lá Lily… Passe a perna direita por cima do cabo.

A menina o fez.

– Certo! Já aprendeu a montar. Agora vem a parte legal… Vamos subir um pouco. – disse Tiago.

– Eu vou cair Tiago. – choramingou a menina ainda no chão.

– Eu te seguro. Vamos Lily… De um impulso de leve no chão.

A menina o chão, só que muito forte e Tiago teve que pular agarrar a vassoura e a trazer

para o chão.

– Mais fraco Lily… – pediu ele.

Depois de algumas tentativas Lílian conseguiu.

– Muito bem… Agora vamos um pouco mais alto! – disse ele feliz.

– Já te contei que tenho medo de altura? – perguntou ela em uma última esperança.

– E esta mais do que na hora que você perde o medo. – disse ele. – Pode dar um impulso mais forte.

– Você não vem comigo? – perguntou ela.

– Espera esperando você pedir. – disse ele subindo na vassoura atrás dela. – Dê um impulso mais forte… Você já fez isso… Não vai ser difícil.

A menina deu um impulso bem forte e sentiu a vassoura subir, quando ia tirar as mãos do cabo para tampar o rosto por causa do medo, Tiago a deteve:

– Nunca tire as mãos do cabo Lily.

– Mas você tira…

– Mas não é a primeira vez que eu vôo… Vamos lá… Você esta a mais de 15 metros do chão…

– Ai! – gritou ela ao ver a altura.

– Calma! Eu estou aqui…

E assim Lílian foi aprendendo… Enquanto isso os outros jogavam quadribol.

O time do Sirius, Mariana e Remo estavam ganhando em disparada.

Mariana estava atrás do pomo rodando o campo junto com Kely, enquanto Remo e Alice disputavam a goles, e Peter e Sirius cuidavam dos balanços, o que na maioria das vezes era Sirius que dava um jeito, uma vez até atacou o balanço em Tiago e Lílian, o primeiro teve que segurar a menina com uma das mãos e executar uma manobra com a outra.

– Ai! – gritou Lílian enquanto Tiago fazia a manobra.

– Tenha mais cuidado Sirius! – gritou Tiago para Sirius.

– Foi mau gente… – desculpou-se Sirius.

– Como você fez aquilo? – perguntou Lílian.

– Aquilo o que? – perguntou Tiago.

– Desceu e subiu a vassoura quase sem sair do lugar.

– Treino meu amor… – respondeu Tiago. – Acho que você já pode voar sozinha…

Vamos descer para eu pegar uma vassoura para mim.

– E como desce? – perguntou Lílian

– Pense bem… Se para virar era só virar a vassoura… Para descer…?

– É só colocar para Baaaaaaaaaa – começou ela gritando enquanto davam um mergulho em alta velocidade.

Tiago se apressou e parou a vassoura antes dos dois baterem no chão.

– …aixo… – completou ela.

– Sua lógica estava certa… Mas tinha que inclinar menos a vassoura… – respondeu Tiago sorridente enquanto todos riam da cena.

– Não acredito que quase perdemos isso… – disse Sirius rindo.

– Vocês pararam de jogar para nos ver… Que coisa feia! – disse Tiago rindo.

– Não querem jogar? Esse jogo esta muito fácil. – disse Remo.

– Não. Daqui já achei o pomo umas dez vezes… Se eu jogar não vai ter graça. – respondeu ele se gabando.

– Convencido… – disseram os outros.

– Sem contar que estou ajudando a Lílian com a vassoura. Quando ela aprender a voar nós jogamos.

– Então não vai demorar muito… – disse Alice.

E assim se encerrou a manhã, e conseqüentemente à tarde também.

Depois do jantar todos foram assistir TV bruxa.

– Tiago… Aquela ali não é a coruja do seu pai? – perguntou Mariana apontando uma coruja batendo na janela.

– É ela mesma. – disse Tiago se levantando e indo ao encontro da coruja.

Depois de ler o recado ele diz:

– Tenho uma noticia boa para a Alice e uma ruim para meu lírio.

– Boa? – perguntou Alice animada.

– Não quero nem saber… – disse Lílian

– Mas eu quero… – disse Alice.

– Seu namorado chega amanhã de manhã ao invés de chegar à noite. – disse Tiago.

– Que bom! – disse Alice gritando de felicidade.

– E a ruim? – perguntou Sirius.

– Acho melhor a Lily sentar… – disse Tiago apreensivo.

– É tão ruim assim? – perguntou ela sentando.

Olá querido,

Aqui no Egito esta tudo muito bem… Felizmente ninguém do ministério encheu o saco até agora atrás de nós… Espero que estejam se comportando… Comprou tudo que te pedi? Contratou a banda? Sei que vão tocar, mas não vão querer tocar a festa inteira, não é?Tenho noticias para vocês…

Primeiro: recebi uma coruja do senhor Longbottom me dizendo que infelizmente não vai poder comparecer no baile, mas felizmente o Frank vai poder ir… Então ele chega dia 24 bem cedo, o pai dele vai deixar ele ai antes de ir para o ministério… Acho que a Alice vai gostar…

E segundo: falei com os seus futuros sogros, ou melhor, com a Senhora Evans… Sinto em admitir, mas ela foi mais irritante do que naquele dia na sala do diretor, enfim… Convidei-a e a filha para passarem o natal conosco, afinal, logo serão as família também, mas infelizmente ou felizmente eu não sei ainda… Ela não aceitou e foi bem grossa ao negar meu convite… Disse: “não vou passar uma data tão importante com tantas aberrações”… Isso me deu nos nervos, mas fazer o que? Você tem sorte da Lílian ser um amor de pessoa… Só que a história não parou por ai… Ela me pediu um favor que não tive como recusar… Espero que gostem, sua cunhada vai ai para casa dia 25, só que de tarde, e vai ficar ai até domingo de tarde.

Mande beijos para todos… Estou com saudades de todos… Inclusive da Mariana… Ela deve estar linda… Vejo vocês amanhã de tarde… Seu pai e eu chegamos amanhã depois do almoço… Comportem-se!

Com amor,

Sua mãe e seu pai

Quando Tiago terminou de ler a carta Lílian estava branca igual um papel.

– Peguem água com açúcar para ela! – disse Tiago abanando a amada.

– Vou pegar!- disse Kely saindo correndo.

– Não entendi! Por que a irmã dela vir aqui é tão ruim assim? – perguntou Mariana.

– Nem queira saber… – disse Sirius.

– Vamos dizer que as duas não se dão nada bem… – disse Remo.

– E que a Petúnia tem uma quedinha pelo seu primo… – completou Peter.

– Você só pode estar brincando… – começou Alice.

– Sua cunhada dá em cima de você? – perguntou Mariana incrédula.

– Já até beijou ele. – disse Kely voltando com a água.

– Você esta melhor Lily? – perguntou Tiago após dar a água.

– Não acredito que ela vai vir para cá… – começou Lílian nervosa.

– Calma meu lírio! Não vai mudar nada…

– Só vou te avisar uma coisa senhor Tiago James Potter…

– Xiii… Falou o nome inteiro… Ele ta ferrado. – disseram os marotos.

– Sim meu anjo ruivo… – disse Tiago apreensivo.

– Se você chegar perto da Petúnia eu mato os dois… Entendeu? – perguntou ela nervosa.

– Claro meu lírio. Não se preocupe… Vou ficar a pelo menos um metro de distancia dela. – disse Tiago docemente.

Eles continuaram conversando por mais algumas horas e depois foram dormir.

Cap Anterior

Próximo Cap


sobre Vanessa Sueroz

Autora dos livros Confusões em Paris, Minha última chance, Odiado Admirador Secreto, Presente de Aniversário, Eu te amo mais e Três Botões.


Obrigada pela visita. Por favor, deixe um comentário com a sua opinião, isso é muto importante para nós.

8 thoughts on “Até que enfim você é minha – Cap 13

  • Laura

    Hey! Eu adoro, simplesmente adoro, o ship Thiago e Lily, e, sendo sincera, de todas as fics que eu li até agora, a sua está sendo a melhor!!! Adoro o jeito como transforma as palavras e como consegue, através delas, demonstrar sentimentos tão profundos. Se você ecreveu alguma outra fic com esse ship ou com outros, por favor, me passe. Não consigo parar de ler!!!!!!!!!

    [Responder]

    Vanessa Sueroz Reply:

    Oie,
    muitooo obrigada.
    Aqui no blog tenho outras fanfics com o mesmo ship. Só dar uma olhadinha no menu Fanfic.

    bjos

    [Responder]

  • Wateru

    – Realmente… Até meu irmão… Está noivo de uma ruiva… E agora ,Tiago… Só falta o meu futuro sobrinho se apaixonar por uma ruiva também. Eu sou muito mais as morenas… Sem ofensa, Lílian.

    Profecias com a Gina? 😳

    Quote:

    – É só colocar para Baaaaaaaaaa – começou ela gritando enquanto davam um mergulho em alta velocidade.

    Tiago se apressou e parou a vassoura antes dos dois baterem no chão.

    – …aixo… – completou ela.

    :euri: :hebe: :hebe: :hebe: :hebe: :hebe: :hebe: :hebe: :hebe: :hebe: :hebe: :hebe: :hebe: :hebe: :hebe:
    Adorei :crackup:

    QUE ÓDIO DA PETÚNIA! :florinda:

    Ô estraga-prazeres. Aposto que a mãe da Lily fez de propósito ¬¬

    Espero que não aconteça nada de mais :please:

    [Responder]