A Rainha Vermelha 10


Olá queridos,

Quem gosta de uma distopia com um pouco de magia? Vamos conhecer o primeiro livro da série Rainha Vermelha:

a_rainha_vermelhaAutor: Victoria Aveyard

Editora: Seguinte

ISBN: 9788565765695

Ano: 2015

Páginas: 422

Tradutor: Cristian Clemente

Contra – Capa:  O mundo de Mare Barrow é dividido pelo sangue: vermelho ou prateado. Mare e sua família são vermelhos: plebeus, humildes, destinados a servir uma elite prateada cujos poderes sobrenaturais os tornam quase deuses. Mare rouba o que pode para ajudar sua família a sobreviver e não tem esperanças de escapar do vilarejo miserável onde mora. Entretanto, numa reviravolta do destino, ela consegue um emprego no palácio real, onde, em frente ao rei e a toda a nobreza, descobre que tem um poder misterioso… Mas como isso seria possível, se seu sangue é vermelho? Em meio às intrigas dos nobres prateados, as ações da garota vão desencadear uma dança violenta e fatal, que colocará príncipe contra príncipe – e Mare contra seu próprio coração.

Resenha:

Neste livro vamos conhecer Mare Barrow, ela vive em um mundo onde as pessoas são divididas pela cor do sangue: vermelho ou prateado. Mare assim como toda a sua família é vermelha, e os vermelhos são sempre pessoas humildes, plebeus, com empregos braçais e os primeiros a serem jogados na zona de guerra.

“Eu costumava imaginar os prateados como deuses intocáveis que nunca se sentiam ameaçados ou amedrontados. Agora sei que é o contrário. Passaram tanto tempo no topo, protegidos e isolados, que se esqueceram de que podem cair. Sua força se converteu em fraqueza.”

Mare vive roubando para tentar ajudar a família a sobreviver com o pouco que eles tem, mas por acaso do destino ela consegue um emprego no palácio real, mas em uma dia especial no palácio Mare descobre que tem poderes, poderes muito parecidos com os do povo prateado. Agora surge a dúvida: como uma vermelha tem poderes se isso até hoje era exclusivo dos prateados?

A rainha para evitar uma revolta dos vermelhos chantageia Mare. Agora Mare esta noiva do príncipe mais novo, ganhou outro nome e todos acham que ela  é uma prateada que foi criada entre vermelhos, porém Mare já esta apaixonada pelo príncipe herdeiro e terá que enfrentar seu coração para não morrer.

“Muitos vibram em acordo. Precisei de toda a minha força para não pular em cima desses covardes que jamais estarão na frente de batalha ou enviarão seus filhos para o combate. A guerra prateada deles é paga com sangue vermelho.”

Ao mesmo tempo um grupo de rebeldes ‘Guarda Escalate’ esta disposta a mostrar que os vermelhos vão lutar e farão de tudo para tirar os prateados do poder. Agora além da guerra que esta acontecendo entre seu país e outros, agora estão preparando um golpe a monarquia.

“- Este mundo é tão perigoso quanto belo – começa – Quem não é útil, quem comete erros, pode ser descartado. Você pode ser descartada.”

O livro tem uma leitura eletrizante do primeiro capítulo ao último. Várias intrigas, traições, romances e aventuras, e claro, muita fantasia. Um livro para ler só quando tiver o segundo em mãos, porque o final é puro suspense.

Muitas reviravoltas, e confesso que em alguns momentos a autora me enganou com os personagens e tramas. Adorei! Fui correndo ler o segundo livro que em breve tem resenha.


sobre Vanessa Sueroz

Autora dos livros Confusões em Paris, Minha última chance, Odiado Admirador Secreto, Presente de Aniversário, Eu te amo mais e Três Botões.


Obrigada pela visita. Por favor, deixe um comentário com a sua opinião, isso é muto importante para nós.

10 thoughts on “A Rainha Vermelha