A Garota Dinamarquesa 9


Olá queridos,

Quem gosta de dramas?

a_garota_dinamarquesaAutor:  David Ebershoff

Editora: Fábrica 231

ISBN: 9788568432440

Ano: 2016

Páginas: 368

Skoob

Tradutor: Paulo Reis

Contra – Capa: Com estreia nos cinemas em fevereiro, já acenando com um possível novo Oscar para Eddie Redmayne, ganhador da estatueta de melhor ator por A teoria de tudo, A garota dinamarquesa reconstrói a história de Lily Elbe, talvez a primeira transexual da história a fazer a cirurgia de redesignação sexual (ou “mudança de sexo”). Vivendo até a meia-idade como Einar, um pintor dinamarquês na Europa dos anos 1920 e 1930, ela teve a sorte de contar não apenas com um médico pioneiro, mas com uma mulher brilhante, generosa e apaixonada, sua própria esposa, Greta, para encontrar sua verdadeira identidade. Num momento em que as questões de gênero estão cada vez mais em voga, o aclamado romance de David Ebershoff, que volta às prateleiras com novo projeto gráfico, capa com o pôster do filme e posfácio assinado pelo autor, é um livro delicado e envolvente e uma leitura necessária nos dias atuais.

Resenha:

Neste livro vamos conhecer Lili Elba, Greta e Einar, um trio e tanto. Greta e Einar são casados. Greta é uma pintora e esta tentando ganhar a vida com seus quadros. Em um belo dia ela pede ao marido para colocar um vestido para ajuda-la a imaginar como ficaria no quadro e a partir dai a vida deles nunca mais foi à mesma.

Cada dia menos Einar se comporta como seu marido, não quer mais relações com ela e esta sempre distante. Após algum tempo ele incorpora Lil para a vida dos dois. Lili é o ego feminino que Einar tem. Logo ele começa a se vesti de mulher e tratar Lili como se fosse uma pessoa totalmente diferente e que ele não responde por seus atos.

Logo Greta tem que lida com a dupla personalidade do marido e ele ainda dando em cima de outros homens. Lili passa a ser constante na vida do casal.

No começo da leitura é muito difícil entender o que esta acontecendo. Greta e Einar trata Lili como se fosse uma terceira pessoa na sala, e depois algumas longas páginas para revelar que Einar e Lili são a mesma pessoa.

O livro traz questões como a cumplicidade do casamento e como um homem pode ficar confuso amam a sua esposa e ao mesmo tempo gostando de outro homens e querendo levar uma vida dupla.

O livro é bacana, mas confesso que achei bem parado e confuso. Definitivamente não é meu estilo de leitura.


sobre Vanessa Sueroz

Autora dos livros Confusões em Paris, Minha última chance, Odiado Admirador Secreto, Presente de Aniversário, Eu te amo mais e Três Botões.


Obrigada pela visita. Por favor, deixe um comentário com a sua opinião, isso é muto importante para nós.

9 thoughts on “A Garota Dinamarquesa