A rosa do Inverno 9


Olá queridos leitores,

Hoje vou falar de um livro que sou incrivelmente suspeita para falar, ‘A rosa do Inverno’ de Meg Cabot com o pseudonimo de ‘Patricia Cabot’. Quem ai já leu? Vamos conhecê-lo:

Autor:  Patricia Cabot/Meg Cabot

Edição:  1

Editora: Planeta do Brasil (Essência)

ISBN: 9788576653653

Ano: 2008

Páginas: 416

Contra – Capa: Acostumado a conseguir qualquer mulher, Lord Edward Rawlings enlouquece com a sensualidade de Pegeen, que estava longe de ser a tia solteirona que ele havia imaginado. Mas Pegeen não está disposta a fazer mais concessões além de mudar-se, pelo bem de seu sobrinho, para a mansão dos Rawlings na Inglaterra. No entanto, ao chegar lá, ela logo percebe o risco que corre. Sempre movida pela razão, Pegeen sente que dessa vez seu coração está tomando as rédeas. Ela pode resistir ao dinheiro e ao status, mas conseguirá resistir a Edward?  A Rosa do Inverno é um romance leve, com boa dose de romantismo, forte aroma de sensualidade e uma pitada de suspense. Fala de paixão arrebatadora e indevida, de destino e escolha. Mas, sobretudo, é uma história que acende o debate sobre a condição feminina, o papel, os desejos, os temores da mulher. Ao confrontar o instinto de se entregar a um homem e a decisão de manter a independência, a Patricia Cabot faz do livro um espelho dos dilemas femininos.

Resumo:Como todos os livros escritos para pseudônimo de Patrícia Cabot, Meg nos traz um mais um lindo romance de época, este se passa em 1860 na Inglaterra.

Nele conhecemos Lord Edward, um duque que adora sua boa vida e a última coisa que deseja agora é ter que ter as responsabilidades pela propriedade Solar Rawling e pior ainda, cuidar das questões financeiras e todos os afazeres que um duque tem, e é quando ele encontra a solução perfeita para ele, seu irmão teve um filho que poderia ser o duque em seu lugar e assumir todas as questões burocráticas.

Jeremy, sobrinho de Edward é órfãos e mora com a tia Peggen (irmã da cunhada de Edward) em uma casinha bem pobre. Com muita dificuldade Edward convence Peggen de ir para o Solar com Jeremy afinal o menino não vai sem a tia).

Edward esta acostumado a ter tudo que quer, isso inclui as mulheres, porém como todas as heroínas de Patrícia Cabot, Peggen tem uma personalidade forte e avançada para a época e que dificulta muito a aproximação de Edward.

O livro traz cenas bem calientes, romances, vivências da época e muito romance. Conhecemos personagens chatos como a condessa e maravilhosos como Edward e Peggen.

Um livro maravilhoso e com diálogos muito bons que fazem você devora-lo em poucas horas (eu li em três horas).

Vale muito a pena conferir!


sobre Vanessa Sueroz

Autora dos livros Confusões em Paris, Minha última chance, Odiado Admirador Secreto, Presente de Aniversário, Eu te amo mais e Três Botões.


Obrigada pela visita. Por favor, deixe um comentário com a sua opinião, isso é muto importante para nós.

9 thoughts on “A rosa do Inverno