Cruzando o caminho do sol 11


Olá queridos,

Hoje vou falar um pouco sobre um livro que conhecia por acaso, alguém ai já leu ‘Cruzando o caminho do sol’? Vamos conhece-lo:

Autor: Corban Addison

Edição: 1

Editora: Novo Conceito

ISBN: 9788581630090

Ano: 2012

Páginas: 448

Tradutor: Mariângela Vidal Sampaio Fernandes

Contra – Capa:  Sita e Ahalya são duas adolescentes de classe média alta que vivem tranquilamente junto de seus familiares, na Índia. Suas vidas tranquilas mudam completamente quando um tsunami destrói a costa leste de seu país, levando com suas ondas a vida dos pais e da avó das meninas. Sozinhas, elas tentam encontrar um modo de recomeçar a vida. Mas elas não devem confiar em qualquer um… Enquanto isso, do outro lado do mundo, em Washington, D. C., o advogado Thomas Clarke enfrenta uma crise em sua vida pessoal e profissional e decide mudar radicalmente: viaja à Índia para trabalhar em uma ONG que denuncia o tráfico de pessoas e tenta reatar com sua esposa, que o abandonou.  Suas vidas se cruzarão em um cenário exótico, envolto por uma terrível rede internacional de criminosos.  Abrangendo três continentes e duas culturas, Cruzando o Caminho do Sol nos leva a uma inesquecível jornada pelo submundo da escravidão moderna e para dentro dos cantos mais escuros e fortes do coração humano.

Resumo: O livro traz duas histórias que se juntam, das irmãs Sita e Ahalya e do adogado Thomas.

Sita e Ahalya são duas irmãs de classe média indiana, tem uma vida confortável, pais amorosos, atenciosos e uma boa educação, porém as coisas mudam quando um tsunami atinge a cidade onde elas
moravam e toda a sua família morre na tragédia, e com isso as duas ficam sozinhas no mundo, sem ninguém para pedir ajuda. Elas conseguem ajuda de um amigo do pai delas, porém ao invés de irem parar no internato que iria as acolher, elas são vendidas para um bordel em Mumbai.

Thomas é um advogado bem sucedido que trabalha para uma grande empresa, e esta passando por momentos difíceis, pois sua mulher Prya (indiana) o abandonou. Depois de um conflito na empresa que
trabalha ele vai passara uns tempos trabalhando para Aces, uma empresa de combate ao tráfico de adolescentes em Mumbai, que é justamente quando as histórias se juntam.

– Só existe uma regra em Mumbai. Você tem que se adaptar. p.107

A história do livro é bem pesada, traz muitas coisas que a sociedade e as pessoas não estão acostumadas e nos mostra claramente que o mundo de certa forma ainda não esta livre da escravidão.

O livro mostra a cultura de Mumbai, dos indianos e claro, dos americanos, assim como assume um lado emotivo tentando fazer com que o leitor abre os olhos para essa realizada distante e primitiva.
Um livro muito bom para quem gosta de uma leitura mais pesada, eu particularmente não gosto muito de leituras assim, você fecha o livro e se sente mal com tudo que vivencio com a leitura.

Um livro super recomendado para quem quer conhecer um pouco mais sobre prostituição, escravidão e a cultura indiana.


sobre Vanessa Sueroz

Autora dos livros Confusões em Paris, Minha última chance, Odiado Admirador Secreto, Presente de Aniversário, Eu te amo mais e Três Botões.


Obrigada pela visita. Por favor, deixe um comentário com a sua opinião, isso é muto importante para nós.

11 thoughts on “Cruzando o caminho do sol