Cinquenta tons de cinza mais escuros 5


Olá queridos leitores,

Quem ai já começou a leitura da série 50 tons? Quem quiser conferir a resenha do primeiro livro “Cinquenta tons de cinza“. Vamos agora para o segundo livro da série:

Autor: E. L. James

Edição:1
Editora: Intrínseca

ISBN: 9788580572100

Ano: 2012

Páginas: 485

Tradutor: Juliana Romeiro

Contra – Capa: Assustada com os segredos obscuros do belo e atormentado Christian Grey, Ana Steele põe um ponto final em seu relacionamento com o jovem empresário e concentra-se em sua nova carreira, numa editora de livros. Mas o desejo por Grey domina cada pensamento de Ana e, quando ele propõe um novo acordo, ela não consegue resistir. Em pouco tempo, Ana descobre mais sobre o angustiante passado de seu amargurado e dominador parceiro do que jamais imaginou ser possível. Enquanto Christian tenta se livrar de seus demônios interiores, Ana se vê diante da decisão mais importante da sua vida.

Resumo: Neste segundo livro as coisas começam a andar e o livro começa a ter um pouco de história. Depois de tudo que aconteceu no primeiro livro Christian está desesperado para que Ana volte com ele e fará de tudo para que isso aconteça.

“Seus olhos se arregalam ainda mais, e sua boca se abre. Ele inspira fundo, como se tomasse fôlego. E parece torturado, vulnerável.
– Sim – murmura. – Amo.”

Ana tenta focar no trabalho para conseguir ficar longe de seu grande amor, porém ainda não consegue tirar Grey da cabeça, mas a que preço ela poderá viver este amor?

“Sou apenas sensação. Isto é o que ele faz comigo; pega meu corpo e me possui por inteira para que eu não pense em nada além dele. Sua magia é poderosa, inebriante. Eu sou uma borboleta presa em sua rede, incapaz de escapar, sem vontade de escapar. Sou dele… totalmente dele.”

Nesse livro a Mrs Robison começa a aparecer mais e a infernizar a vida de Ana. Christian ainda continua com seus problemas do passado que ao poucos são revelados e começamos a entender.

“… e tudo o que quero é beijar cada cicatriz que vejo, afastar com meus beijos aqueles terríveis anos de descuido. Mas sei que não posso, e minhas lágrimas caem espontaneamente por meu rosto.”

Apesar de ainda não gostar de linguagem vulgar e da história carnal dos personagens o livro começa a ter um pouco de história e a chamar atenção para saber por que Christian é assim.

“… Sei, no fundo, que sempre serei sua, ele sempre será meu. Percorremos um longo caminho juntos, e ainda temos muito que caminhar, mas somos feitos um para o outro. Somos almas gêmeas.”

Quem já esta lendo o livro recomendo a continuação.


sobre Vanessa Sueroz

Autora dos livros Confusões em Paris, Minha última chance, Odiado Admirador Secreto, Presente de Aniversário, Eu te amo mais e Três Botões.


Obrigada pela visita. Por favor, deixe um comentário com a sua opinião, isso é muto importante para nós.

5 thoughts on “Cinquenta tons de cinza mais escuros